Mundo

Mulher de 25 anos sofre horrores na mão de médico após passar por cesariana sem anestesia

Complicações obrigaram os médicos a fazerem uma cesária de emergência.

Um absurdo aconteceu com uma mulher em San Diego, nos Estados Unidos, Delfina Mota, uma mulher de 25 anos, já estava com 41 semanas de gestação quando o bebê deu indícios de que ia nascer, então ela e o marido se dirigiram para o Centro Médico Tri-City, ela ficou em trabalho de parto durante toda a noite e parecia que tudo ia de acordo com os procedimentos normais para um parto.

PUBLICIDADE

Mas de repente, algo inesperado aconteceu e o pesadelo de Delfina começou, os médicos perceberam que os batimentos cardíacos do bebê estavam muito fracos e resolveram agir rapidamente levando a mulher para um cesária de emergência.

Eles chamaram o médico anestesista, que não chegou ao local com a rapidez com que era preciso, passados alguns minutos e com medo do bebê não resistir, a médica obstetra Sandra Lopez e sua equipe tomaram uma decisão precipitada para salvar a vida do bebê.

PUBLICIDADE