Mundo

Milagre: “Bebê dado como morto volta à vida nos braços de sua mãe”

Um fato real que aconteceu no interior do Paraná.

ANÚNCIOS

O amor é o sentimento mais forte que existe nessa vida, o que dizer então do amor de uma mãe? As mães são a própria expressão do amor, pois por causa de seus filhos, elas são capazes de qualquer coisa. Muitos concordam que maior que o amor de uma mãe, só mesmo o amor de Deus.

Uma mãe de verdade está disposta até a morrer se for preciso para defender um filho seu. No artigo a seguir, você conhecerá a história de uma mãe que viveu uma experiência real do que é o amor de uma mãe.

A identidade da mãe não foi divulgada, mas ela deu entrada em trabalho de parto na madrugada no hospital Santa Clara. Ainda não era o tempo do bebê nascer no entanto a mãe já estava com contrações. O bebê nasceu prematuro e pesando um pouco mais de 1 kg e com a saúde completamente debilitada, logo que nasceu a criança perdeu os sinais vitais e precisou de manobras de reanimação dos profissionais, contudo não respondeu aos procedimentos, já sem respiração e sem batimento cardíaco a criança foi dada como morta pelos médicos.\n\nA triste notícia foi dada a família: o bebê não resistiu. A jovem então pegou o filho em seus braços para se despedir de seu pequeno que acabara de partir. Com todo o amor ela o envolveu em seus braços e em um abraço apertado e cheio de calor ela passou para ele o amor de mãe que o aguardava.

Enquanto estava nos braços da mãe o bebê voltou a respirar e rapidamente os médicos o levaram para a unidade de terapia intensiva Neonatal da Santa Casa de Maringá que fica a cerca de 93 km de Colorado onde tudo aconteceu. A saúde da criança é delicada e inspira cuidados, a torcida agora é que o bebê se recupere, diante do milagre que aconteceu nos braços de sua mãe. Ela que pegou o filho morto em seus braços, agora tem a esperança de que o bebê irá se recuperar e ir para casa juntamente com ela assim que ganhar peso e se recuperar totalmente.

Um verdadeiro milagre, o milagre do amor!

ANÚNCIOS

 

Sobre o Autor