Mundo

Quando essa mulher de 21 anos tirou essa foto com seu filho, não sabia que seria a última…

Quando tudo parecia perfeito, ela recebeu um duro golpe da vida.

Destiny Mantia e seu marido Corey haviam feito muitos planos juntos e as coisas começaram a acontecer quando o primeiro filho, Parker, nasceu. A família nova já estava planejando o futuro: eles queriam comprar uma casa e dar mais irmãozinhos ao garoto para lhe fazer companhia.

PUBLICIDADE

Tudo parecia perfeito, a família era feliz e se amavam muito, eles desfrutavam de muitos momentos juntos e faziam planos para um futuro feliz e abençoado.

Porém no dia 20 de setembro de 2014, tudo mudou, uma mulher pôs um fim a toda felicidade dessa família. Uma desconhecida que mudou a vida de Destiny para sempre, ela sabia que nada, nunca mais seria como antes.

PUBLICIDADE

Um ano se passou e a jovem de 21 anos decidiu compartilhar sua história com o mundo para tentar conscientizar as pessoas sobre seus atos egoístas como os daquela mulher:

Há um ano, meu marido, Corey, levantou de manhã e foi trabalhar enquanto eu fiquei com meu filho, Parker, em casa. Durante o dia todo, nós brincamos e nos divertimos muito. Poucas horas depois, Corey voltou para casa.

PUBLICIDADE

De repente, ele começou a perder a paciência com o bebê e eu vendo aquilo não pude ficar quieta. Nós precisávamos descansar, mas o que a gente não imaginava era que toda a nossa felicidade ia desaparecer em poucos minutos…

Não temos mais planos para o futuro. Todos os nossos sonhos se tornaram ruínas e nunca mais serão realizados. A gente não vai mais conseguir comprar uma casa nova, nem vamos levar nosso filhinho ao cabelereiro pela primeira vez. Ele nunca vai começar a estudar e nossa família nunca vai aumentar. Tudo o que sonhamos acabou em apenas alguns segundos.

Ao dirigir em direção à pousada onde íamos passar o fim de semana em família, fomos atingidos por um carro, no volante estava uma mulher bêbada acima da velocidade permitida.

PUBLICIDADE

Foi o pior dia da minha vida e essa data ficou gravada no meu coração com marcas de sangue e muita dor. Aquela mulher era tão egoísta, que não pensou nos riscos de pegar o volante de um carro naquela situação, sua estupidez me tirou o que eu mais amava nesse mundo, o meu filho tão desejado, tão querido que tinha apenas 15 meses e o homem com quem eu planejava passar a minha vida inteira.

Sua decisão idiota fez com que eu e meu marido tivéssemos que ser levados de helicóptero para um hospital com urgência entre a vida e a morte. Infelizmente, depois de 24 horas, meu marido perdeu a batalha e deixou esse mundo, me deixando sozinha e desamparada, sem o amor da minha vida e sem o filho do meu coração.

Minha família deixou de existir e a equipe médica ficou tão chocada com a nossa história, que precisaram de acompanhamento psicológico.

A decisão egoísta daquela mulher me transformou em viúva e mãe de um anjinho que agora já está no céu. Eu tenho apenas 21 anos e tudo isso me foi tirado, tudo o que eu mais amava nesse mundo. Eu tive de olhar para o cadáver do meu filho, seu corpinho frágil sem vida em um pequeno caixão, eu tive de enterrá-lo e viver com a dor da saudade que me rasga por dentro todos os dias. Nenhuma jovem da minha idade deveria passar por algo assim, ela me tirou o brilho dos olhos, a vontade de viver, naquele dia terrível, eu também morri como mãe e como esposa.

Eu tive que reunir todas as forças para tentar viver depois disso. Isso tudo porque alguém bebe e saiu por aí achando que tem o direito de errar. Ah como queria tê-lo em meus braços novamente, como gostaria de sentir o calor do meu filho e abraço do meu marido. Pense nisso antes de beber e entrar em um carro para dirigir.