Notícias

Morre Toni Venturi aos 68 anos de idade e presidente Lula lamenta: ‘Meus sentimentos’

Foi confirmado o falecimento de Toni Ventura e muitos lamentaram a situação.

ANÚNCIOS

De forma recente, foi anunciada o falecimento de um querido cineasta. Ele morreu na tarde deste sábado, dia 18 de maio, na região de São Sebastião, no litoral paulista.

Toni Ventura faleceu aos 68 anos de idade. Ele era formado em cinema no Canadá, e diante disso, teve uma carreira notável como diretor e produtor, produzindo diversos conteúdos que foram exibidos no cinema e na televisão brasileira.

Entre as suas obras mais conhecidas estão as longas-metragens, Latitude Zero, lançada em 2002, Cabra-Cega, lançada em 2005 e A Comédia Divina, lançada em 2017. Além dos filmes de ficção, ele também se destacou na produção de documentários.

No decorrer de sua carreira, os seus filmes foram amplamente reconhecidos, e com isso, ele recebeu um total de 69 prêmios nos mais diversos festivais voltados para o cinema, tanto nacional quanto internacional.

ANÚNCIOS

Com isso, sua dedicação e seu talento acabaram marcando a muitas pessoas. Além disso, em 2001, ele atuou como presidente da Apaci, a Associação Paulista dos Cineastas, mostrando que sua carreira não se resumiu apenas a produção, mas também ao incentivo.

Sua morte foi lamentada por muitas pessoas, inclusive o atual presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, que fez uma publicação em suas redes sociais para destacar a importância do cineasta.

ANÚNCIOS

“Meus sentimentos e solidariedade para seus familiares, em especial sua esposa, Débora e filhos Theo e Otto, amigos, colegas e admiradores”, lamentou o presidente, através de seu perfil.

Toni Venturi deixa um legado de inovação e excelência no cinema, e seu impacto será lembrado por todos aqueles que tiveram a oportunidade de conhecer e apreciar seu trabalho. Sua morte é uma grande perda para a cultura e o cinema do Brasil.

Sobre o Autor

Juliana Gomes

Colunista de notícias dedicada a escrever sobre os mais diversos assuntos. Sempre fui apaixonada pela arte da escrita e pela literatura.