Mundo

Estudo comprova que sogra é motivo de briga para 26% dos casais

As constantes interferências da sogra no relacionamento seriam a causa das brigas dos casais, de acordo com estudo.

Um estudo apontou que a interferência das sogras na vida do casal pode ser uma das razões pelas quais os relacionamentos ficam conturbados e por diversas vezes levam os cônjuges até a separação. A falta de limite quanto ao espaço do casal e a ausência de respeito têm gerado muitos conflitos entre o casal e o resultado disso é a desunião familiar. O que poderia ser algo bom, torna-se desgastante e irritante a tal ponto do genro ou nora não aceitar ter a sogra por perto de jeito nenhum.

PUBLICIDADE

Segundo um estudo da OMS (Organização Mundial da Saúde), 26% dos conflitos entre os casais são por motivos ligados a intromissão de outros membros da família, em sua grande maioria partem das sogras. Este número é o resultado de uma pesquisa com terapeutas familiares e psicólogos que atendem casos tão absurdos que não parecem reais, mas são. Confira alguns depoimentos verídicos que envolvem a participação ativa da personagem sogra:

“A sogra queria ir para a lua de mel com o casal e ela conseguiu ir”, diz Eiko Okazaki, psicoterapeuta familiar.

João Batista Vilhena, juiz de vara de família, relatou que muitos processos de divórcio têm como principal motivo os problemas com as sogras.

PUBLICIDADE

“Por causa das interferências, das agressões, por causa das humilhações, isso tudo acaba determinando a separação do casal”, diz João Batista Vilhena.

“A mãe quando entrega o filho, vamos dizer assim, para a nora, ela se sente como se estivesse perdendo o filho. É um luto que ela experimenta”, diz a psicoterapeuta.

“Quando os papeis se misturam, quando você quer de certa forma intervir na vida do outro, isso atrapalha. Então muitas vezes é preferível ficar um pouco de lado e deixar que cada um se resolva”, diz Maria Marinete da Costa Lourenço, psicóloga.

Em meio a tantos desapontamentos, existem também as famílias que, ao contrário das citadas acima, são capazes de desenvolver uma relação familiar rica em afeto, apoio, respeito e carinho. Como por exemplo, a família da dona Maria José (foto), onde a nora Vanessa foi recebida como uma filha, e segundo depoimento dado ao portal R7, as duas mulheres tem uma relação de amizade, o que se torna saudável para ambas e conseqüentemente para Feliciano, filho de dona Maria.

PUBLICIDADE

Vanessa diz que a sogra não tem o costume de dar palpites no seu casamento e que a mesma sabe até onde pode ir, tudo com respeito em prol da felicidade do lar e conservação da família.

 

Sobre o Autor