Receitas

Panetone de Liquidificador – esse ano vamos economizar e fazer em casa, vai ficar delicioso!

Essa receita é super fácil e fazendo em casa, seu bolso vai agradecer. Basta seguir o passo a passo e pôr a mão na massa.

História do Panetone

Panetone é um espécie de bolo que é consumido especificamente no Natal. Sua massa é levemente adocicada e leva frutas secas. Como bolo, sua massa é bem fofinha e delicada, tem um perfume suave de baunilha e o processo de preparação consiste na fermentação natural.

PUBLICIDADE

Mas onde será que teria nascido o panetone? Há muitas histórias acerca de sua história real, mas a oficial é de que o panetone teria nascido na Itália, em Milão. De fato, posso garantir aos leitores, que morando aproximadamente 12 anos na Itália, o panetone é bem comum por aqui e tem vários tipos para todos os gostos e inúmeras fábricas, sendo a mais tradicional e antiga, Della Grazia, em Milão.

Aqui na Itália, os melhores panetones são os artesanais, aqueles feitos como antigamente, e acreditem, o gosto pode variar entre pera e chocolate, laranja e chocolate, cereja e chocolate, com uvas secas, com gotas de chocolate, com creme de limão, resumindo, como já citei, tem para todos os gostos e acreditem, um mais saboroso que o outro, eles levam dias para serem feitos.

O resultado final de um panetone italiano, é uma massa fofinha, saudável, leve e deliciosa! Impossível resistir e comer apenas uma única fatia.

PUBLICIDADE

Segundo a história, tudo começou quando um padeiro de nome TONI querendo impressionar o dono da padaria onde trabalhava, resolveu misturar uma massa doce com frutas e assim criou uma espécie de pão doce, que ganhou o nome de Pane di Toni. Os fregueses na época amaram a receita e com o passar dos anos, passou a ser chamada de panattón, que é uma palavra do dialeto milanês. E anos mais tarde, passou a ser chamado em toda a Itália como panettone.

A receita se espalhou, e muitas fábricas começaram a fabricá-lo, e uma das mais famosas é a Balocco. Enfim, antigamente, o dia de Natal era motivo de um grande banquete e não podia faltar muitas espécies de pães, mas a mais famosa e tradicional do Natal italiano, ainda era o panettone.

Com a evolução da receita, surgiram outras variações que ainda não existem no Brasil, uma delas é o PANDORO, um panettone fofinho, mas sem recheio, assado em forma de estrela e muito consumido durante o mês de dezembro.

Ingredientes

  • 3 ovos
  • 3/4 xícara (chá) de suco de laranja
  • 1/2 xícara (chá) de leite
  • 1/2 xícara (chá) de margarina
  • 2 xícaras (chá) rasas de açúcar
  • 600 g de farinha de trigo
  • 1 envelope de fermento granulado próprio para pão
  • 1 colher (sobremesa) de essência de panetone
  • 1 xícara (chá) de damascos picados envolvidos em farinha
  • 1/2 xícara (chá) de nozes picadas

Modo de preparo

Em uma tigela misture o fermento e a farinha, reserve. Bata no liquidificador os ovos, o suco, o leite, a margarina e o açúcar. Despeje em uma tigela, misture a farinha reservada aos poucos, a essência, misture com uma colher. Coloque o damasco e as nozes, misture bem. Coloque para crescer nas fôrmas próprias para panetone por 1 hora ou até dobrar de volume. Leve para assar por 35 minutos mais ou menos.

PUBLICIDADE

Sobre o Autor