Notícias

Caso Marcelinho Carioca: polícia indicia e pede prisão de 10 envolvidos no crime

Marcelinho Carioca foi sequestrado no fim do ano passado com uma amiga.

ANÚNCIOS

A Polícia Civil de São Paulo concluiu o inquérito sobre o sequestro do ex-jogador Marcelinho Carioca, com o indiciamento de 10 pessoas. O caso aconteceu em dezembro do ano passado.

De acordo com as informações, a polícia solicitou a prisão preventiva de 10 pessoas que estariam diretamente envolvidas no crime. Marcelinho foi sequestrado junto com uma amiga e os dois foram forçados a publicar um vídeo humilhante nas redes.

Dos 10 nomes apontados pela polícia, seis pessoas são consideradas foragidas e outras quatro já estão presas. Pelo documento, os envolvidos devem responder por extorsão mediante sequestro, associação criminosa, receptação e roubo.

Somando as penas dos crimes, cada um dos suspeitos pode chegar a pegar 30 anos de prisão. A investigação sobre o caos foi conduzida pelos agentes da Divisão Antissequestro (DAS) da Polícia Civil paulista.

ANÚNCIOS

O trabalho envolveu uma série de etapas, incluindo colhimento de depoimentos de testemunhas, trabalho de perícia com o carro usado no crime e também no local onde os dois foram mantidos em cárcere.

  • Caio Pereira da Silva, de 23 anos: acusado de ser dono do local usado como cativeiro (foragido);
  • Camily Novais da Silva, 20: é acusada de, ao lado de Caio, pedir dinheiro para amigos e familiares de Marcelinho (foragida);
  • Matheus Eduardo Candido Costa, 22; Jean Fernando Freitas Barbosa, 20; Michael dos Santos Rocha, 20, e Guilherme Silva dos Santos, 19 (foragidos)

Eliane Lopes (30), Thauanata Lopes (18), Wadson Fernandes (29), Jones Santos (37) seguem detidos.

Sobre o Autor

Roberta R

Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.