Advogada publica fotos com nariz quebrado e declara: “Tenho medo dele”

"Depois de cada agressividade dele, vinha a calmaria, milhões de pedidos de perdão, milhões de promessas..."

Nesse domingo, dia 06 de janeiro de 2019, a advogada Ana Cristina, de 26 anos de idade, usou seu perfil pessoal para postar algumas fotos onde ela aparece com o nariz quebrado, o post viralizou, e circula em toda a web, a advogada diz que é mesmo essa a intenção da postagem.

Pois além de tentar proteger sua família, ela também postou com a intenção de encorajar mulheres que sofrem agressões e se calam com medo das ameaças, como é de costume daqueles que agridem suas mulheres, “ninguém merece isso, a dor emocional é maior que a física”. Comenta a advogada agredida.

A advogada mora e trabalha em São Paulo, e está a passeio de férias em Florianópolis, ela foi agredida quando o seu ex a encontrou saindo de uma festa acompanhada, ela ficou ferida, com o nariz quebrado, o rapaz levou um empurrão e caiu de uma altura de mais de três metros, foi socorrido, hospitalizado, teve lesões sérias da coluna e não quis gravar entrevista.

“Tenho medo, eu não posso mais andar sozinha, não posso ir ao mercado sozinha, porque tenho medo. É uma situação muito complicada. Sou de São Paulo vou voltar para lá, mas minha família que é daqui como fica? Eu não sei do que ele é capaz”, disse.

O ocorrido foi registrado na Delegacia de Proteção a Criança, Adolescente, Mulher e Idoso, poucas horas depois do ocorrido. A advogada passou por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal, a polícia civil está cuidando do caso e não gravou entrevista para não prejudicar as investigações.

Ana Cristina concedeu entrevista ao portal da G1 e disse que na noite que foi agredida, foi o pior terror que já viveu, e que sentiu um turbilhão de coisas ao mesmo tempo. “Não sei descrever a dor que foi, o medo que senti, nem me preocupei comigo. Mas fomos ajudados na mesma hora! Alguém ajudou ele a fugir do flagrante, e hoje ele tá rindo, postando fotos debochando, enquanto eu e minha família temos que temer, enquanto um cara maravilhoso está sofrendo com dores terríveis e sem poder trabalhar”. Desabafou.

Aqui nesse trecho ela justifica o post nas redes sociais. “Eu não ia postar, mas ontem fiquei sabendo que a vida dele continua normal, enquanto nós temos que ter medo de andar na rua. Não é justo! Não posso fazer isso comigo, eu sempre lutei e aconselhei mulheres e a serem fortes pra sair de relacionamentos assim, para denunciarem. Eu não vou me calar. Eu não vou esquecer nunca!”, justificou.