Saúde

Você tempera seus alimentos com veneno e com certeza não sabe: o perigoso caldo em cubos!

Existem muitas variedades de temperos de caldos em cubos, mas poucas pessoas sabem do perigo que eles podem trazer para nossa saúde.

Já observou como é surpreendente a variação de sabores diferentes que os caldos em cubos possuem? No mercado encontramos para comprar cubos de galinha, carne, bacon, legumes, costela, picanha.

PUBLICIDADE

Conforme o tempo vai passando, vão aparecendo novos sabores e além de darem um gosto mais saboroso à comida, os cubos também fascinam pela pouca gordura e calorias que têm. A situação é que, como estamos falando de um alimento industrializado, esses caldos vêm compostos de muitas químicas.

Excessiva ambulância de sódio que possuem. Isto é: um grande explosivo! A Organização Mundial da Saúde falou que a proporção correta de sal que podemos ingerir todos os dias, é de 5 gramas por dia.

PUBLICIDADE

Visto que aproximadamente 1 colher (chá) cheia, de cada grama de sal, é equivalente a 400 miligramas de sódio. Dessa forma, a cota diária de sódio pode chegar até 2.000 mg por dia. Acredito que bateu certa curiosidade em descobrir quanto de sódio possuí em um cubo de caldo desses, não é mesmo?

Descubra:

– 993 miligramas de sódio se forem caldos de carne

PUBLICIDADE

– 1.038 miligramas se forem de frango

– 900 miligramas o de legumes

Quer dizer que um cubo de caldo já possui aproximadamente 50% de sal que você pode ingerir por dia. Já que ninguém irá passar o dia inteiro sem ingerir sal logo depois de colocar um caldo em cubos em uma sopa, verdura ou até mesmo legumes, termina excedendo a cota diária permitida.

Os caldos em cubos também têm outra grande ameaça: o glutamato monossódico. O glutamato monossódico está associado ao grande índice de obesidade e à doença de Alzheimer, também é bastante tóxico para os neurônios.

PUBLICIDADE

O glutamato monossódico é um neuro bloqueador do hipotálamo, que controla a fome, o que efetua o aumento da proporção ingerida de alimento. É por isso que a obesidade está tão avançada nos dias de hoje.

E isso não vem afetando somente pessoas adultas, vem atingindo crianças também, que acabam se tornando as principais vítimas das comidas industrializadas. A melhor maneira é preparar seu próprio caldo em casa.

Vamos ensinar duas receitas simples e muito saborosas:

Caldo de ervas

Distribua em formas de gelo algumas ervas secas, como manjericão, orégano, salsa e alecrim. Depois disso, coloque azeite de oliva. Logo após, leve a forminha ao congelador. Depois que congelar, retire os cubinhos e coloque dentro de um saquinho plástico e leve ao congelador. Dessa forma, sempre que precisar usar, é só pegar um cubinho e temperar seus alimentos.

Existe outra receita bem legal, mas com ervas frescas. Vamos aprender!

Basta bater no liquidificador 1 cebola grande, 2 dentes de alho sem casca, 1 maço pequeno de cebolinha, 1 maço pequeno de salsinha, 1 pimentão sem sementes, 1 colher (sopa) de vinagre branco e 1 pitada de sal. O vinagre e o sal trabalham como conservantes. Coloque a mistura na forma de gelo e leve ao congelador.

Existe mais uma, o caldo de legumes: numa panela, coloque 1 litro de água, 2 tomates, 1 alho-poró, 1 cenoura grande, 1 pé de espinafre, 1 maço de cebolinha, 1 maço de salsinha, 1 ramo de alecrim, 1 cebola média, 2 dentes de alho e uma pitada de sal marinho.

Deixe levantar a fervura um pouco e, em seguida, depois que os ingredientes já tiverem cozidos, deixe esfriar. Depois bata tudo no liquidificador e coloque em forminhas de gelo, e leve ao congelador.