Curiosidades

Quem nunca se perguntou… Por que piolhos preferem atacar as crianças?

Piolho é um problema que nos segue há séculos.

As aulas já começaram e começam também o problema com os piolhos, mas será que realmente os piolhos preferem a cabeça das crianças?

PUBLICIDADE

As crianças são vítimas mais atraentes para os piolhos porque têm um contato físico muito maior entre si, principalmente em creches e escolas. Nesses locais é bastante comum, por exemplo, a garotada dividir bonés, pentes, escovas, almofadas… Como entre os adultos esse contato entre várias pessoas é menor, os insetos não se propagam com tanta facilidade. Por isso, essa praga, que costuma ser um problemão durante a infância, quase sempre some da vida de quem vai ficando mais velho. “Além disso, as crianças são geralmente menos sensíveis e não percebem que estão sendo picadas, o que facilita a infestação e retarda o tratamento”, afirma o biólogo Carlos Fernando Andrade, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Alguns especialistas acreditam que as crianças podem exalar determinados hormônios, chamados cairomônios, que atrai mais o piolho, mas isso ainda não está comprovado.

PUBLICIDADE

Os piolhos preferem ambientes estivais e “é natural que o tempo quente propicie melhores condições para a eclosão dos ovos”, explicou o médico ao Observador. As fêmeas do piolho colocam dezenas de ovos junto ao couro cabeludo, onde a cabeça está mais quente. Esses ovos são as lêndeas. Quando o ano letivo começa, o ambiente ainda está quente e isso facilita a eclosão dos piolhos porque os ovos sobrevivem muito mais facilmente. Mas também é preciso estar atento durante as épocas mais frias: “Nos meses frios as crianças estão mais juntas, brincam mais umas com as outras com contacto corporal”, indica Mário Cordeiro.