Notícias

Professora que atuava como motorista de app é encontrada sem vida em SP; motivação do crime é entristecedora

A professora trabalhava como motorista de app para complementar a renda e foi encontrada sem vida.

ANÚNCIOS

Uma professora de libras e matemática, que também atuava como motorista de aplicativo, chegou a ser achada morta com sinais de agressão após ter desaparecido ao fazer uma corrida. A vítima foi identificada pelo nome de Hortência Lourenço Dias, de 38 anos, ela foi achada em uma estrada rural, localizada em Olimpia, no interior de São Paulo, nesta última quinta-feira, dia 13 de outubro. Três suspeitos chegaram a ser presos.

Hortência era mãe de dois filhos, um adolescente de 14 anos e uma menina de 8 anos. Ela trabalhava como professora, mas tinha se tornado motorista de aplicativo para conseguir completar sua renda.

O corpo foi encontrado por um morador que estava passando pela estrada. Ele chamou o Corpo de Bombeiros e quando eles chegaram ao local, se depararam com a vítima já sem os seus sinais vitais, tendo vários ferimentos na região de sua cabeça e de seu pescoço.

O pai de Hortência disse que ela havia saído por volta das 22h para realizar uma corrida e não retornou mais. Ele ia até a Polícia para registrar o desaparecimento, quando foi informado que um corpo foi encontrado. Através de uma foto, ele realizou o reconhecimento.

ANÚNCIOS

O veículo da vítima, seu celular e seu documento foram roubados. O caso foi registrado como latrocínio, roubo seguido de morte.

A motivação do crime teria sido por conta dos envolvidos quererem roubar o carro, na intenção de comprar mais cocaína.

Sobre o Autor

Juliana Gomes

Colunista de notícias dedicada a escrever sobre os mais diversos assuntos. Sempre fui apaixonada pela arte da escrita e pela literatura.