Papa assume abuso dentro da igreja católica e choca fieis; “Existe registro por todas as partes” disse ele

Segundo o Papa existe registro de abuso em todas as partes e muitos processos em andamento

Ja estamos tao acostumados com a tragedia mundana e as pessoas de má índole que não nos assustamos mais com a maioria das noticias que vemos, mas claro que a maioria das pessoas ainda tem nossas igrejas como a escudo ou até mesmo alicerce para conseguir ultrapassar as mazelas do mundo, confiamos na diretoria e nos padres e pastores que são os que mais temos contato diariamente, mas hoje dia (5) o Papa Francisco fez uma declaração um tanto quando polemica.

Segundo ele padres e bispos abusaram sexualmente de freiras, em um avião em que fazia uma viagem o papa deixou todos boquiabertos. Segundo ele existe registro por todas as partes.

“Houve padres e também bispos que fizeram isso; Estivemos trabalhando por muito tempo sobre este assunto. Suspendemos vários clérigos, que foram despedidos por esta causa; Não sei se o processo (canônico) terminou, mas também dissolvemos algumas congregações femininas que estiveram muito vinculadas a essa corrupção “, reconheceu o sumo pontífice, que nunca havia abordado este assunto antes, ao ser questionado por uma jornalista.

Ainda sendo questionado ele diz querer fazer algo a respeito mas deu a entender que não depende muito só dele para que consiga resolver essa questão.

“Temos que fazer algo mais? Sim. Temos a vontade de fazê-lo? Sim!”, afirmou o sumo pontífice.

Diante disso algumas pessoas comentaram que já era de se esperar e que não era novidade para ninguém por já termos visto casos parecidos na vidia, outras abismadas disseram ter perdido a fé na igreja católica diante da declaração, houve também pessoas que atacaram o Papa e insinuaram que ele não é uma pessoa de confiança rotulando-o de Ateu

A maioria dos fies receberam a noticia com pouco espanto já que algumas noticias de abuso sexual já foram divulgados na mídia brasileira até mesmo contra crianças. Mas o que espantou a maioria foi ter vindo do próprio Papa, a figura de mais autoridade dentro da igreja, as pessoas esperavam que ele se desviasse das perguntas mais provocativas e que não respondesse assim tao abertamente o que se passa dentro da igreja. A sinceridade foi o que mais deixou as pessoas confusas nessa situação.