Notícias

No RJ, lápides de cemitério tapam buracos de rua e história vira caso de polícia

Caso foi denunciado à polícia e esta sendo investigado.

ANÚNCIOS

Um caso bastante bizarro foi registrado em Duque de Caxias e agora esta sendo investigado pela Polícia Civil. Moradores denunciaram o uso de lápides para tapar buracos de uma rua, no bairro Barão do Amapá.

A rua em questão é conhecida por moradores como Rua da Petrobras e fica em um terreno que pertence a Transpetro. Segundo moradores do local, o terreno se encontra abandonado pela gestão.

Procurada pela imprensa, a Petrobrás informou que o local pertence à Transpetro. Procurada pela imprensa, a Transpetro negou que o terreno esteja abandonado e informou que o local é alvo de vistorias periódicas.

Ainda em nota, a empresa informou que o terreno será vistoriado em breve. Não ficou claro para a população local quem foi responsável por jogar as lápides no local, mas é claro que se trata de lápides quebradas.

ANÚNCIOS

O descarte irregular de lápides é considerado crime ambiental e, por isso, a denúncia foi registrada pela Polícia Civil e encaminhada a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente. Para moradores, a situação gerou incômodo.

A preocupação é de doença, infecções. Porque isso aí é impróprio para as crianças, que brincam, soltam pipa“, disse uma moradora, identificada como Dayana Pereira. “Ah eu não acho legal não, ficou pior e se passar um carro aqui, não é legal não”, concluiu.

Em nota, a prefeitura de Duque de Caxias informou que não foi responsável pelo descarte do material no local.

Sobre o Autor

Roberta R

Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.