Curiosidades

Médico que agrediu grávida em trabalho de parto sofrerá as consequências e será punido

O caso gerou grande indignação depois que veio a público.

O médico obstetra Armando Andrade Araújo, que foi flagrado agredindo uma grávida no momento do parto, será punido e afastado de suas funções como médico obstetra. O caso veio à tona depois que o vídeo mostrando a agressão viralizou na internet e também se destacou nos noticiários na TV. O fato aconteceu no ano de 2018, na maternidade Balbina Mestrinho em Manaus, Amazonas, mas só ganhou repercussão depois que as imagens foram divulgadas.

PUBLICIDADE

A Secretaria de Saúde do estado disse que não concorda com a atitude do médico e irá pedir a direção do Instituto de Ginecologia e Obstetrícia do Amazonas o afastamento do médico, além de pedir também que o Conselho Regional de Medicina tome providências a respeito do caso do médico.

As cenas gravadas no vídeo mostram a mulher em trabalho de parto sentindo muita dor, e uma mulher que a acompanhava implorava ao médico que levasse a jovem para o bloco cirúrgico e salvasse a vida dela e a vida do bebê.

PUBLICIDADE

“Por favor, Doutor, estou lhe pedindo, estou lhe implorando, por favor, ela não tem condições, por favor, salve a vida dela e do bebê”.