Famosos

Matteus Amaral: Após polêmica, Instituto abre processo e vai investigar ingresso de ex-BBB por meio de cotas

Caso aconteceu em 2014 mas foi denunciado nesta semana.

ANÚNCIOS

Nesta sexta-feira (14/06), a situação envolvendo o nome do ex-BBB Matteus Amaral se tornou bastante complicada. Matteus teve o nome exposto na última quinta, sendo acusado de fraudar cotas raciais.

A situação aconteceu em 2014 e, nesta quinta, foi confirmada pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha (IFFar). Diante do caso, o ativista Antonio Isuperio acionou o Ministério Público contra o ex-brother.

Mas não parou por aí, na tarde desta sexta, o IFFar confirmou que abriu um processo administrativo para averiguar a inscrição de Matteus. Em nota, o Instituto esclareceu que não foram feitas denúncias na época e que não havia banca de heteroidentificação.

Entre os anos de 2020 e 2022, o IFFar recebeu 35 denúncias de fraude em cotas raciais. Destes, 21 alunos tiveram autodeclarações indeferidas – pelo sistema de heteroidentificação criado para evitar fraudes.

ANÚNCIOS

Em nota emitida nas redes sociais, Matteus se defendeu após a polêmica. O ex-brother confirmou que se inscreveu na modalidade de cotas, mas se isentou no caso ao afirmar que sua inscrição foi feita por “terceiros”.

“A inscrição foi realizada por um terceiro, que cometeu um erro ao selecionar a modalidade de cota racial sem meu consentimento ou conhecimento prévio”, afirmou o ex-BBB.

Matteus também se desculpou pela “impressão” de que teria tentado se beneficiar das cotas. Ele ainda afirmou que se arrepende de “quaisquer transtornos causados” e afirmou também ser um “defensor ativo da igualdade racial e social”

Sobre o Autor

Roberta R

Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.