Notícias

Marca de anticoncepcional é tão perigosa que Anvisa proíbe venda em todo país

A empresa já havia feito um alerta em seu site, onde relatou que algumas mulheres que fizeram uso desse anticoncepcional, tiveram sérios problemas.

ANÚNCIOS

O método contraceptivo Essure é uma forma definitiva para se evitar gravidez. É uma forma semelhante à laqueadura das trompas, no entanto o uso desse método oferece sérios riscos à saúde da mulher e foi suspenso pela Anvisa.

Suspensão e riscos

O contraceptivo Essure da empresa Commed Produtos Hospitalares Ltda., fabricado pelo grupo Bayer, foi definitivamente suspenso pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), e classificada como de alto risco para à saúde das mulheres.

“Foi determinada a suspensão da importação, da distribuição e comercialização, do uso e da divulgação do produto em todo o território nacional.”

“O sistema contraceptivo é classificado com risco máximo. Pode provocar alterações no sangramento menstrual, gravidez indesejada, dor crônica, perfuração e migração do dispositivo, alergia e sensibilidade ou reações do tipo imune e, por isso, foi classificado como de risco máximo,” afirma o relatório da Anvisa,

A própria empresa já havia feito um alerta em seu site, onde relatou que algumas mulheres que fizeram uso desse anticoncepcional, relataram: perfuração no útero ou trompas, dor persistente, reações alérgicas ou de hipersensibilidade.\n\n

ANÚNCIOS

Como funciona esse método

Segundo o site, Essure é um método contraceptivo permanente. Sua forma de uso consiste em colocar duas pequenas molas de metal composta de materiais que incluem, fibras de poliéster, níquel e titânio no interior de cada trompa uterina, o que inflama naturalmente esta área, e resulta na produção de um tecido que reveste completamente as molas, bloqueando as trompas, formando assim uma barreira que bloqueia a passagem dos espermatozoides. Ele não adiciona hormônios, por isso não muda o ciclo menstrual nem os hormônios da mulher.

A empresa se pronunciou à respeito da suspensão

Procurados pela Revista Exame, a assessoria de imprensa da Commed, deu a seguinte resposta:

“A Comercial Commed, distribuidora exclusiva no Brasil de Essure®, dispositivo intrauterino de anticoncepção permanente, foi surpreendida ontem (20) pela decisão da Anvisa de suspender a comercialização do produto no país. 

ANÚNCIOS

A empresa está apurando junto às autoridades os motivos que levaram à suspensão do produto, produzido mundialmente pela Bayer. 

A Commed reitera seu comprometimento com a ética e responsabilidade social, colocando-se à disposição para fornecer informações a respeito da eficácia e segurança do produto comprovadas por inúmeros estudos nacionais e internacionais”. Informou a assessoria da empresa Commed.

Sobre o Autor