Curiosidades

Mãe recebe conselho em rede social, ignora opinião médica e o pior acontece

Após escutar a opinião e as experiências de outras mães em rede social, mulher não aceita os conselhos médicos de induzir o parto e perde seu bebê.

Muitas mulheres são adeptas do parto natural, mas devem levar em conta que os profissionais sabem bem o que fazem, é preciso ouvir os conselhos para garantir a saúde do bebê e também da mãe.

PUBLICIDADE

Uma mulher, do Havaí, decidiu optar por um parto natural, até então tudo bem, mas ao passar da 41ª semana de gestação, ela ouviu de sua médica que precisaria induzir o parto, já que o bebê não dava sinais de que nasceria, conselho que ela não quis seguir.

Se trata de Stephanie, 30 anos, mãe de 4 filhos, a espera de seu 5º bebê, ao desejar um parto sem intervenções, Stephanie não quis induzir o parto após a 41ª semana de gestação, ela ignorou os conselhos de sua médica, e seguiu as recomendações de um grupo de mães da rede social Facebook, que deram à luz depois da 40ª semana gestacional.

Stephanie foi levando a gravidez adiante, chegou a 43ª semana, deixando sua médica muito preocupada, ela sabia que a placenta poderia perder a eficiência, e mais uma vez alertou a mãe para induzir este parto. A mãe mais uma vez ignorou este conselho, acreditando que os riscos da espera pelo parto seriam menor do que os riscos da indução.

PUBLICIDADE