Notícias

‘Justiceiros são criminosos’: secretário de Segurança condena ação de moradores da Zona Sul do Rio

Casos de arrastões em Copacabana levaram a população ao limite.

ANÚNCIOS

O aumento no número de crimes na Zona Sul do Rio de Janeiro tem causado espanto entre moradores. O poder público vem sendo cobrado a apresentar uma solução e o sentimento de revolta cresce.

Na ultima terça-feira (05/12), após mobilização nas redes sociais, grupos de moradores se formaram e saíram as ruas. Os “justiceiros” prometiam fazer justiça com as próprias mãos e, segundo informações, teriam espancado algumas pessoas que seriam suspeitas.

A ação dividiu opiniões e não recebeu apoio da Secretaria de Segurança do estado do Rio. O secretario Victor César Carvalho dos Santos engrossou o discurso e comparou os grupos a milicianos.

Trata-se de um grupo que se acha acima do bem e do mal, no direito de fazer justiça com as próprias mãos. E então praticam crimes com o objetivo de evitar crimes. Na verdade todos eles são criminosos. O justiceiro é criminoso”, disse.

A declaração foi dada em entrevista ao Estudio i, do Globonews. Na entrevista, o secretario explicou que o estado tem investido em inteligência e tecnologia, esclarecendo que todos os suspeitos estão sendo monitorados.

ANÚNCIOS

O secretario explicou que não haverá aumento do efetivo policial em Copacabana, uma vez que as investigações já estão em andamento. Ele, no entanto, afirmou que não apenas os envolvidos nos “arrastões” estão sendo monitorados, mas também os “justiceiros”.

As declarações geraram polêmica e moradores tem cobrado a prisão dos envolvidos nos casos de roubo e agressão que tem aumentado na cidade.

Sobre o Autor

Roberta R

Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.