Famosos

Jovem resgatada de cativeiro diz que Luiz Bacci tentou forçar relação íntima; vítima teria sido obrigada a assistir vídeos

O nebuloso caso de Letícia Maia Alvarenga segue sendo investigado por autoridades brasileiras e estadunidenses.

ANÚNCIOS

A brasileira Letícia Maia Alvarenga, de 21 anos, que teria sido resgatada de um cativeiro nos Estados Unidos, teceu críticas contra o apresentador Luiz Bacci e diante da modelo Yasmin Brunet.

O caso investigado pela Polícia Civil e por autoridades policiais estadunidenses apuram um suposto cárcere privado mantido por uma influenciadora digital também brasileira, chamada Kat Torres.

Segundo a jovem, Luiz Bacci e Yasmin Brunet gravavam vídeos nos quais mantinham relações íntimas. Os conteúdos seriam repassados a ela e às demais meninas mantidas no cárcere privado, ensinando-as como se portar diante de clientes em programas.

“O Luiz [Bacci] a Yasmin [Brunet] fazem sex* e tem vídeos no cativeiro deles fazendo atos hediondos, que eles ficam passando esses vídeos pra gente aprender como fazer com os clientes”, disparou Letícia contra o âncora do Cidade Alerta e em face da filha de Luiza Brunet.

ANÚNCIOS

Brasileira acusa Luiz Bacci de forçar relação íntima

Na sequência do relato, Letícia afirma que passou a ser ameaçada por Luiz Bacci depois que o jornalista tentou forçar uma relação íntima. Segundo ela, o jornalista garantiu que se o desejo não fosse satisfeito iria expô-la na televisão.

Nascida em Minas Gerais, Letícia entrou em contato com a família pela última vez em abril deste ano. A jovem foi para os Estados Unidos supostamente para trabalhar como babá, mas teria sido aliciada para um grupo de coach com a influenciadora Kat Torres – de quem seria a assistente.

Sobre o Autor

Henrique Furtado

Torcedor apaixonado pelo Mais Querido, ligado em tudo que acontece no dia a dia do Mengão. Por este redator você saberá, em primeira mão, as últimas notícias dos bastidores do Flamengo.