Notícias

Jovem é encontrada com o corpo em chamas por caminhoneiro na BR-040, detalhes expostos do caso são impactantes

O caso está sob investigação da polícia mineira.

ANÚNCIOS

Na noite desta última segunda-feira (19), um caminhoneiro viveu uma das piores experiencias de sua vida, ele encontrou uma jovem com o corpo em chamas às margens da rodovia BR-040, em um trecho que corta a Região Metropolitana de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais.

Este caso macabro teve como início o sequestro da jovem e de acordo com as informações repassadas pelas autoridades por atenderem a ocorrência, a jovem identificada como Layze Stephanie Gonzaga Ramalho da Silva, de 21 anos, foi avistada pelo profissional do volante na BR-040, na altura do município de Pedro Leopoldo.

De acordo com a Polícia Militar de Minas Gerais, a jovem foi sequestrada e mantida em cárcere privado desde o último domingo (18).

Ainda segundo as autoridades mineiras, a família de Layze Stephanie Gonzaga Ramalho da Silva, passou a ser chantageada e pressionada a desembolsar uma quantia de R$ 30 mil para garantir a libertação da jovem pelos suspeitos, preservando assim sua vida.

ANÚNCIOS

Layze sofreu uma brutal agressão, sendo alvo de espancamento e perfuração por faca em sete ocasiões, antes de ser vítima de um incêndio às margens da BR-040.

Um motorista de caminhão a encontrou em chamas, e ela foi prontamente assistida por equipes da concessionária Via 040, que a levaram para uma unidade hospitalar de referência, localizada em Belo Horizonte.

Infelizmente, devido aos graves danos, queimaduras em cerca de 90% do corpo, Layze não conseguiu sobreviver aos ferimentos e veio a falecer durante a madrugada desta terça-feira (20).

Segundo informações da Polícia Militar, a colaboração da família foi crucial para identificar os suspeitos. Eles forneceram às autoridades o número de uma chave PIX usada para realizar o pagamento exigido pelo resgate da vítima.

ANÚNCIOS

Para assistir ao vídeo com a reportagem CLIQUE AQUI!

Isso permitiu que os militares localizassem e prendessem um homem e uma mulher na região de Venda Nova, em Belo Horizonte, sob suspeita de envolvimento no crime. O caso segue sob investigação.

Sobre o Autor

Fabiana Batista Stos

Jornalista digital, com mais de 10 anos de experiência em criação de conteúdo dos mais diversos assuntos. Amo escrever e me dedico ao meu trabalho com muito carinho e determinação.