Notícias

Corpo de enfermeira grávida de oito meses é encontrado em estrada rural coberto com cal

Corpo foi encontrado em uma estrada da zona rural de Alfredo Chaves, na Região Serrana do Espírito Santo.

ANÚNCIOS

Em um acontecimento chocante, Íris Rocha, uma enfermeira de 30 anos e grávida de oito meses, foi tragicamente assassinada em Alfredo Chaves, Espírito Santo. Seu corpo foi descoberto às margens de uma estrada rural, coberto com cal, revelando um cenário de horror e tristeza.

A Polícia Militar, que encontrou o corpo na estrada entre Matilde e São Bento de Urânia, confirmou que Íris foi vítima de pelo menos dois tiros no tórax. A cena do crime também revelou cinco cápsulas de bala, indicando a brutalidade do ataque.

Após a realização de exames no Serviço Médico Legal de Cachoeiro de Itapemirim, o corpo foi entregue à família.

Íris, que residia em Jacaraípe, na Serra, Grande Vitória, deixa para trás um filho de oito anos. Seu velório e sepultamento estão programados para ocorrer no Cemitério Jardim da Paz, na Serra.

A Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), onde Íris era mestranda, expressou profundo pesar pela perda, destacando suas qualidades de coragem, resistência e um sorriso que marcava a todos.

ANÚNCIOS

O Conselho Regional de Enfermagem do Espírito Santo (Coren-ES) também lamentou profundamente, ressaltando a dedicação de Íris à enfermagem e o impacto de sua perda na comunidade.

Este trágico evento não apenas deixa uma lacuna na comunidade de enfermagem, mas também levanta questões alarmantes sobre a segurança e a violência na região.

A busca por justiça para Íris e seu bebê não nascido continua, enquanto a comunidade e os entes queridos buscam respostas e consolo nesta hora de profunda tristeza.

ANÚNCIOS

Sobre o Autor

Paulo Machado

Colunista de portal de notícias dedicado a TV e Famosos, Curiosidades, Saúde Natural e Bem-estar, Finanças e Política Brasileira