Notícias

Condenado na Itália, Robinho afirma ser inocente e diz ter provas; ele pode cumprir pena no Brasil

Ex-jogador foi condenado em todas as instâncias do país.

ANÚNCIOS

Prestes a ser julgado no Brasil, Robinho cedeu entrevista a Record. O ex-jogador de futebol foi condenado a prisão na Itália, após acusação de ter participado de um estupro coletivo contra uma jovem em 2013.

O caso foi julgado ao longo de anos e, em 2020, a condenação transitou em julgado: ou seja, se esgotaram os recursos. Apesar da condenação, Robinho já tinha voltado ao Brasil e permanece no país desde então, evitando a pena.

O Brasil possui política interna de não extraditar cidadãos brasileiros em casos de condenação em outros países. No entanto, a Constituição prevê a possibilidade de que a pena seja cumprida em território brasileiro – sendo este o caso de Robinho.

Em entrevista que deve ir ao ar no próximo domingo (17/03), Robinho alega ser inocente. Em sua defesa, o ex-jogador chega a afirmar que tem provas de que é inocente. Na web, internautas questionam porque as supostas provas não foram então apresentadas à Justiça italiana.

ANÚNCIOS

“Eu não estou pedindo para me inocentarem sem provas, eu tenho as provas. Por que que só eu estou respondendo por isso?”, diz na entrevista. Vale lembrar que a Justiça italiana teve acesso a conversas de Robinho com amigos.

Nas conversas, o brasileiro comenta sobre os atos cometidos contra a vítima e os interlocutores confirmam que a jovem estava sem condições de consentir ou resistir aos atos, confirmando seu estado de vulnerabilidade. Cinco outros homens, amigos do brasileiros, também foram denunciados.

Robinho foi condenado a 9 anos de prisão e vai ser julgado por 15 ministros do STJ. Para que a pena seja cumprida no Brasil, pelo menos 8 ministros devem votar a favor.

Sobre o Autor

Roberta R

Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.