Curiosidades

Como lidar com as mudanças no corpo e recuperar a autoestima após o parto

Entenda como as transformações trazidas pela gravidez podem impactar a forma como as mulheres se veem no espelho e veja como recuperar a autoestima.

Quem nunca viu uma notícia na TV dizendo que tal famosa perdeu dezenas de quilos em poucas semanas depois de dar à luz. Para as mulheres que se tornaram mães, essas notícias podem soar como cobrança, o corpo da mulher sofre uma grande transformação durante o período da gravidez e depois dela.

PUBLICIDADE

Algumas dessas mudanças são transitórias, como o ganho de peso, mas outras já são permanentes, como as cicatrizes e estrias, algumas mulheres sofrem muito com essas transformações e acabam até perdendo o momento único que estão vivendo e esse sofrimento trás consigo um efeito negativo para mãe e bebê.

“Se a mulher não está bem consigo mesma, como cuidará de outra pessoa”?

PUBLICIDADE

Esses sentimentos ruins viram desgaste na relação entre mãe e filho, no vínculo afetivo ou até mesmo fazem estragos na saúde mental feminina.

PUBLICIDADE

“Ela acha que não consegue retomar o corpo porque não é capaz e isso detona sua autoestima, traz angústia e sentimento de culpa”, sem contar que isso pode trazer um grande afastamento ao casal.

Os especialistas concordam que a melhor maneira de reverter esse quadro é mudar completamente a visão que se tem sobre as marcas da maternidade.

“A mulher que ela era antes passou por uma transformação e isso se reflete no corpo, que deve ser um símbolo dessa mudança”, essas mudanças são consequência da mais linda experiência que ela viveu.

Mas também não dá para dizer isso e esperar que a mulher, do dia para a noite, goste do que vê no espelho. É muito importante a compreensão do parceiro e da família nesse período da vida da mulher já que a maternidade deixa suas emoções completamente frágeis.

PUBLICIDADE

O autocuidado

Nos primeiros meses, as coisas mudam tanto que fica é difícil sobrar tempo para cuidar de si mesma. Mas é bom que a mulher vá, aos poucos, retomando as atividades que lhe dão prazer e a façam se sentir melhor consigo mesma.

“Que seja tomar um banho demorado, sair sozinha, mas ela deve aos poucos retomar o olhar para si”. E se algo m seu corpo estiver te incomodando, nada poderá te impedir de fazer algo a respeito.

“Se uma cirurgia plástica ou outro procedimento estético for importante para ela, ela pode fazer”. A mulher só precisa ter cuidado para não se tornar refém em busca de uma perfeição que não existe e de um padrão de corpo que, muitas vezes, ela não tinha nem mesmo antes de engravidar.

Em paz com a balança

É preciso ter muito cuidado para não buscar padrões que você vê na TV porque isso é altamente prejudicial a sua saúde mental e até mesmo física.

“Dietas radicais podem afetar a produção de leite e deixar a mulher mais cansada, irritada e sensível”, continua Camilla. Até mesmo porque o corpo, amamentando, sente ainda mais necessidade de calorias. Você precisa apenas estar em paz com a balança sem exageros e entender que as marquinhas que hoje você carrega em seu corpo são resultados de ter trago ao mundo o maior amor que pode existir, um filho.