Notícias

Bolsonaro conversa com ministros, afirma que não contestará o resultado e avisa como agirá em relação a Lula

O Brasil espera que Bolsonaro se pronuncie e aceite a derrota.

Luiz Inácio Lula da Silva, foi eleito o novo presidente do Brasil, neste último domingo (30) e desde então Bolsonaro atual presidente que concorria a reeleição e foi derrotado se mantém em silêncio.

PUBLICIDADE

Jair Bolsonaro ainda não reconheceu a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva, não entrou em contato com ele e muito menos se pronunciou para o Brasil sobre o pleito.

Entretanto, Jair Bolsonaro, esteve no Palácio do Planalto, nesta segunda-feira (31) e recebeu alguns de seus ministros, como por exemplo, Paulo Guedes, Carlos França, Ciro Nogueira e Fábio Faria.

Um dos ministros de Bolsonaro revelou que o presidente afirmou que irá se pronunciar, contudo, não estipulou uma data. Seus ministros e assessores teriam pedido que Jair Bolsonaro fizesse o pronunciamento ainda hoje, para que a população fique calma, para que a transição seja realizada com tranquilidade e que o país possa seguir seu caminho.

PUBLICIDADE

Veja a seguir o que ele falou em relação a Lula.

Ainda segundo um dos ministros em seu pronunciamento Bolsonaro vai criticar o Judiciário pela maneira do processo eleitoral foi monitorado e conduzido.

Entretanto, Jair Messias Bolsonaro já deixou claro de como deve agir em relação Lula, segundo o atual presidente ele não irá parabenizar o petista pela vitória e afirmou que atitude está fora de cogitação.

Analistas políticos afirmam que Jair Bolsonaro está completamente isolado e que seus até então aliados já estão buscando construir uma ponte com o novo governo petista.

PUBLICIDADE

Os assessores de Lula já estão trabalhando para garantir uma transição mais tranquila e transparente possível.

Sobre o Autor

Fabiana Batista Stos

Jornalista digital, com mais de 10 anos de experiência em criação de conteúdo informativo e imparcial. Somente a imprensa livre tem o poder de defender os interesses e a liberdade do cidadão.