Curiosidades

Bebê perde a vida em seu primeiro dia na creche e sua mãe faz um alerta a todos os pais

Apenas um minuto de descuido e uma fatalidade acontece em uma creche.

Hoje em dia quase toda mulher trabalha fora e isso torna um pouco mais complicado quando se tem bebês em casa, o fato de ter que deixar o filho nas mãos de um estranho para poder trabalhar é algo doloroso para qualquer mulher, principalmente quando a licença maternidade acaba e a mamãe é obrigada a se separar do recém-nascido pela primeira vez.

PUBLICIDADE

E foi exatamente assim com Amber Scorah, sua licença maternidade acabou e ela teve que voltar ao trabalho, a mãe até tentou pedir à empresa que trabalhava mais alguns dias, mas eles negaram.

Amber sabia que não poderia deixar o emprego, seu marido sozinho não iria conseguir sustentar a família, ainda mais com um bebê em casa agora, quem tem filho sabe que os gastos são maiores quando as crianças começam a chegar, além de que os pais sempre querem dar de tudo, do bom e do melhor para seus filhos. Eles não tiveram outra opção a não ser deixá-lo em uma creche perto de seu trabalho que é recomendada por muitas mães.

PUBLICIDADE

“Pareceu um lugar amoroso e seguro para meu filho. Tentava me sentir melhor com uma série de justificativas: ‘Ele é filho único, vai ser bom conviver com outras crianças’. ‘Ele vai gostar de brincar com outras crianças’. ‘Tem crianças que estão lá desde as seis semanas de vida e estão bem’. Mas nada fazia com que me sentisse melhor”, disse ela.

A assistente da creche recebeu Karl com muito carinho e a mãe partiu para o trabalho.

“Eu voltei para a creche às 12h15min para amamentar meu filho. Eu estava muito animada para vê-lo. Corri os dois quarteirões que separam a creche da empresa”.

“Quando eu peguei à escada para chegar à creche, notei que a porta estava aberta. Achei estranho, pois havia muitos bebês ali. Eu passei pela porta, esperando encontrar meu filho, ver seu rosto se iluminar com a chegada da mamãe” contou a mãe.

PUBLICIDADE

Nesse momento Amber se deparou com a cena mais horrível que já viu em toda sua vida, seu filho estava deitado sobre o trocador, inconsciente com os lábios e a região ao redor de sua boca azulada e a dona da creche tentando reanimá-lo, da forma incorreta, a mãe quase não acreditou no que viu.

Karl morreu duas horas e meia depois que foi deixado na creche por  sua mãe. A assistente disse que a crianças estava chutando enquanto dormia, ela disse isso para a dona da creche que respondeu que não era necessário olhar o que estava acontecendo, pois os bebês chutam mesmo enquanto dormem. A criança morreu alguns minutos depois disso.

Amber hoje com seu coração despedaçado faz um alerta aos pais em seu depoimento, ela disse que ao menos imaginasse que iria perder Karl ela jamais teria voltado ao seu trabalho, ela sacrificaria tudo por ele e se fosse preciso cataria recicláveis na rua com ele no colo só para não perdê-lo, só de saber que nunca mais vai ver o seu sorriso ou tê-lo em seus braços é algo insuportável para o seu coração.

Pais tomem cuidado ao deixar seus filhos em uma creche, pesquise, olhem se é confiável, se as pessoas que trabalham são de confiança, pois apenas um descuido pode ser fatal.

PUBLICIDADE

 

Sobre o Autor