Notícias

Banda da PM que cantou música com cunho sexual em escola militar tem apresentações suspensas

Caso aconteceu no Mato Grosso e gerou polêmica.

ANÚNCIOS

Após uma polêmica apresentação dentro de uma escola, o Corpo Musical da Polícia Militar de Mato Grosso teve suas apresentações suspensas. A apresentação aconteceu em uma escola militar de Cuiabá e gerou polêmica.

A banda se apresentava para um grupo de alunos, menores de idade, quando cantaram a música “Toca o Trompete”, de Felipe Amorim. A letra tem versos explícitos e a escolha da música não agradou muita gente.

Oh, novinha quer sentar pros cria / Pede putaria, então vou te dar/ … / Oh, gostosa, toda delicinha / Amanheceu o dia, ela só quer sentar / … / Ela pede, ela pede pro cria dar tapa na raba“, são alguns dos trechos da música.

Segundo as informações sobre o caso, a banda teria tocado a música a pedido de um aluno. O vídeo mostra que um grupo de crianças parecia se divertir com a música, cantando e dançando.

ANÚNCIOS

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Alexandre Mendes (@coronelmendes_oficial)

Em decorrência da polêmica, as apresentações da banda estão suspensas. Em nota, a PM anunciou que o repertório da banda, uma vez que retomadas as atividades, deverão ser previamente aprovadas.

De imediato, suspendi as apresentações nas escolas até essa reformulação profunda do repertório além do necessário alinhamento ético em reunião com todos os militares do Corpo Musical”, diz nota emitida pelo comandante geral da PM, Alexandre Corrêa.

O caso gerou polêmica nas redes sociais, onde o vídeo repercutiu. A escolha da música desagradou a muitos moradores da região.

ANÚNCIOS

Sobre o Autor

Roberta R

Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.