Curiosidades

Aranto cura o Câncer? Conheça os benefícios dessa planta, são incríveis!

Uma plantinha ornamental e medicinal, muito fácil de cultivar em casa.

ANÚNCIOS

As plantas medicinais dia após dia estão sendo muito procuradas por oferecerem uma qualidade de vida significativa, e uma dessas plantas tão procuradas é o Aranto. Essa planta com origem na ilha africana de Madagascar, pode ser facilmente encontrada no Brasil. Além de ser uma planta ornamental e de fácil reprodução, possui propriedades medicinais que devem ser usadas com atenção pelo risco de intoxicação com suas altas dosagens.

Nos dias atuais é possível encontrar facilmente essa planta em vários lugares do Brasil, essa planta foi trazida para a América por escravos, que já conheciam e usavam essa plantinha milagrosa. Ela é encontrada facilmente na América do Sul, especialmente na Amazônia, mas tanto o uso quanto os estudos para o tratamento de doenças como o câncer são mais frequentes em países como Argentina, Colômbia e Paraguai.

Para que serve

O aranto é muito utilizado no tratamento de doenças infecciosas e inflamatórias, nos episódios diarreicos, febres, tosses, e é ótima na cicatrização de ferimentos. Por possuir ações sedativas, também é usada em pacientes com doenças psiquiátricas como os ataques de pânico e a esquizofrenia.

Pode ser eficaz no combate ao câncer devido a sua potencial propriedade de citotoxicidade, atacando as células cancerígenas. Porém, até o momento, ainda não há comprovações científicas suficientes desse benefício com o consumo direto das folhas da planta. Mas há relatos de pessoas que usaram e ficaram curadas.

ANÚNCIOS

O aranto possui incríveis propriedades capazes de beneficiar vários aspectos do organismo. Como por exemplo: devido ao seu efeito adstringente, essa planta consegue ser muito útil para diversos tipos de cicatrização, tratando doenças do aparelho digestivo, problemas de estômago, cólicas, diarreia, indigestão, inflamações intestinais e a gastroenterite.\n\n

É eficaz contra o câncer?

Obviamente que não acreditamos em tudo que vemos na internet, até porque estamos falando de nossa saúde, que é uma coisa muito séria, por isso temos que ter certeza daquilo que estamos ingerindo. Muitos vão desacreditar dessa hipótese de cura, mas olhamos agora para os nossos antepassados, por exemplo: os avós, bisavós, que viviam na época que não frequentavam hospitais, postos de saúde… E viviam bem e com a saúde em perfeito estado.

Naturalistas da Argentina, escreveram uma série de livros publicados em Buenos Aires, confirmando a eficácia do aranto no tratamento do câncer e das doenças mencionadas anteriormente. Se é verdade ou não, depende de cada caso.

ANÚNCIOS

Existem muitos relatos de pessoas que foram curadas e dão dicas de como preparar a bebida com o aranto para tratar doenças. No entanto, é muito arriscado colocar informações desse tipo à disposição das pessoas, sem ter experiência própria ou ser especialista no assunto.\n\n

Como fazer suco de aranto

Ingredientes:

-Água: 200 ml;

-Aranto: 1 folha.

Modo de preparo:

1- Despeje os 200 ml de água e a folha no liquidificador;

ANÚNCIOS

2- Processe bem;

3- Beba logo após estar pronto.

Consuma duas vezes por dia.

Como fazer chá

-Água: 200 ml;

-Aranto: 3 folhas lavadas.

Modo de fazer:

1- Leve a água junto com as folhas ao fogo;

2- Com a tampa, espere ferver por 3 minutos;

3- Depois desse tempo, mantenha a tampa e deixe descansar por mais 2 ou 3 minutos;

4- Retire as folhas do chá e tome. Se sentir necessidade, adoce.

Não podemos aqui afirmar que o Aranto é a solução para o câncer, mas podemos compartilhar informações que ajudam a procurar por soluções naturais para combater esta e outras doenças, cujo tratamento médico é tão agressivo.

Efeitos Colaterais

Há riscos de intoxicação com o consumo acima de 5 gramas/dia/Kg. Dessa forma, recomenda-se uma dose diária de no máximo 30 gramas da folha.

O consumo de aranto é contraindicado para mulheres grávidas, pois pode interferir nas contrações uterinas. Crianças, pessoas com hipoglicemia e com pressão baixa também não devem consumir a planta.

Gostou? Deixe seu comentário! 

Sobre o Autor