Curiosidades

Alerta aos pais, criança perdeu 75% da visão por causa de um brinquedo, que muitos têm em casa; ATENÇÃO!

Essa criança acabou perdendo 75%da visão por um brinquedo comum que a maioria tem em casa

Por causa de um brinquedo comum presente pelos próprios pais, essa criança acabou perdendo 75% da visão! Infelizmente, o caso dela não tem mais volta, mas ainda é possível salvar milhares de pessoas passando essa informação contida nesse artigo.

PUBLICIDADE

Esse tipo de diversão já foi muito comum em décadas passadas e febre entre a galera por já ter sido considerado um ícone de diversão.

Brincar com ele era sinônimo de diversão, no passado, por conta das várias lentes diferentes que se podiam usar, as brincadeiras que as pessoas faziam de noite etc. Trata-se daqueles lasers que viraram febre tempos atrás e que agora está voltando a circular no mercado em várias versões: lapiseira, apontador e até canetas.

PUBLICIDADE

Lasers um brinquedo muito comum entre as crianças e usado por alguns adultos para fins profissionais, como dar aula, por exemplo, causou um dano sério nos olhos de uma criança, o famoso mini laser de brinquedo. A criança que não teve o nome revelado ganhou o laser e apontou inocentemente para os olhos, perdendo gradativamente a visão.

PUBLICIDADE

As canetas a laser são comumente usadas em salas de aula e são consideradas inofensivas e seguras. No entanto, a ponteira a laser pode causar lesões oculares graves, como a que sofreu esse garoto. O garotinho de 14 anos que está com os olhos machucados, como mostrado na imagem, teve cerca de 75% de perda da visão por ter colocado o feixe de laser nos olhos por alguns segundos.

O uso de lasers pode ameaçar o olho normalmente é restrito a ambientes profissionais e militares. Acidentes com esse tipo de caneta ainda são raros. No entanto, os oftalmologistas alertam que dispositivos a laser, como uma potência de até 700 mW, são facilmente comprados pela internet.

Ao colocar o laser nos olhos o jovem de 14 anos, acabou queimando as retinas, danificando de forma permanente, principalmente a parte de trás do globo ocular.

Segundo o relato do jovem, no momento em que ele colocou o laser nos olhos, não sentiu nenhum tipo de reação ou dor no momento, os efeitos foram surgindo mais tarde. O oftalmologista do garoto, Ben Armitage, afirmou que a esperança é que a visão possa ser restaurada com a diminuição do inchaço e se isso não ocorrer, não há nenhum tipo de cirurgia, ou olhos de vidro que consigam recuperar a visão do garoto.

PUBLICIDADE

Depois desse ocorrido, as autoridades australianas emitiram um alerta de saúde aos pais alertando sobre o perigo e cuidado com os uso dos lasers para as crianças como forma de brinquedo.