Diversidades

Especialista conta a verdade sobre micropigmentação em estrias e faz alerta

Conheça os riscos da micropigmentação em estrias de acordo com especialista.

Desde que a micropigmentação em estrias e sobrancelhas ganhou espaço no mundo estético, as mulheres ficaram loucas e começaram a apostar tudo nesses procedimentos para se livrar daquelas machas e cicatrizes que matam de raiva qualquer mulher.

PUBLICIDADE

A procura por esse tipo de procedimento tem aumentado muito, mas a maioria das mulheres não faz ideia de que o processo é invasivo demais e o resultado pode decepcionar com o passar do tempo.

“Eu não recomendo e nunca vou recomendar a micropigmentação em estrias”. A introdução de micropigmentos na pele é um procedimento muito delicado, que requer muito conhecimento e prática de um profissional.

Na hora que é feito fica maravilhoso, perfeito, mas ninguém fala como isso vai ficar depois de alguns meses ou anos, disse a especialista por esse motivo ela só faz o trabalho em sobrancelhas, lábios, olhos e estrutura capilar.

PUBLICIDADE

Preocupada com a grande procura de mulheres querendo acabar de uma vez por todas com as terríveis estrias por meio do procedimento, Salime conta que decidiu usar seu Instagram para divulgar a foto que recebeu de uma amiga, que mora no estado do Espírito Santo, a jovem não ficou nada feliz com o resultado do procedimento. O post foi muito comentado e compartilhado, Salime explica que as mulheres podem se arrepender muito de ter feito o procedimento porque a cor pode mudar e a aparência da pele ficar ainda pior.

“Sempre peça resultados comprovados e com mais de um ano realizado porque essas manchas não aparecem de um dia para a noite”, aconselha a especialista. O problema de optar pelo tratamento, segundo ela, é que o pigmento introduzido na pele, com o tempo, altera a cor. “O calor influencia na tonalidade. Na verdade, são várias coisas que influenciam. O sol, a melanina. A nossa pele não é uma parede que você compra uma tinta, passa e já fica naquela cor”, argumenta.