A cadeirinha pode ser um perigo para o seu bebe saiba porque

Pais contam seu drama para servir de alerta a todos que tem bebes em casa.

Kirsti Clark aos 28, é mãe de Harper uma bebe recém nascida, e fez uma declaração para alertar os outros pais do que aconteceu com ela e sua filha.

Kirsti e Christopher são um casal jovem que tiveram um bebe recentemente, os dois decidiram sair e colocaram a recém nascida na cadeirinha do carro, apos 2 horas de viagem, devido ao transito chegaram ao local de destino, e retiraram a bebe da cadeirinha colocando-a em um tapete na sala para brincar enquanto faziam outras coisas.

O casal fez questão de contar sua historia para que outros pais pudessem ver como pequenas coisas podem ser um risco para a saúde dos pequenos.

Segundo a Veja, o trajeto era feito de forma rotineira pelo casal e nunca acarretou problemas, nesse dia o transito estendeu bem o tempo levado para concluir o trajeto o que foi mais um problema para a criança.

Enquanto a bebe estava com o pai notaram que a boquinha dela estava ficando roxa e uma espuma saia pela boca, correram com ela pro hospital e lá foi constatado uma convulsão, deixaram ela em observação fizeram testes e foi constatado que o tempo em que ela ficou na cadeirinha do carro dificultou a sua respiração e ao chegar em casa e ser colocada no tapete o fluxo de ar aumentou muito repentinamente o que fez com que ela sofresse essa convulsão e seu corpo entrou em choque.

Os pais acharam que deviam contar a todos a experiencia que tiveram para que todos soubessem de algo tao importante, nunca viram anúncios ou pessoas sendo advertidas quanto a utilização da cadeirinha, algo que poderia trazer grandes problemas de saúde para os bebes.

“Quando a consultora nos contou que foi a cadeirinha de carro, eu não pude acreditar. Eu pensei ‘não é possível.’ Eu não conseguia entender por que ninguém havia nos falado disso” disse Kirsti. “Por isso que nós sabíamos que tínhamos que compartilhar o que aconteceu com a Harper porque os pais precisam saber. Apenas duas horas na cadeirinha de carro e nós poderíamos tê-la perdido, é assustador.” “Fique de olho no seu bebê e o conheça bem. Se algo não parece certo, leve-o diretamente para o hospital”, aconselha a mãe.