Notícias

Viralizou: Diarista foi demitida por patroas bolsonaristas e reação nas redes sociais surpreende

Ela foi demitida após comemorar a vitória de Lula na internet.

ANÚNCIOS

Uma eleitora do presidente eleito Luiz Inacio Lula da Silva, relatou que foi demitida por algumas patroas bolsonaristas após comemorar nas redes sociais a vitória do petista.

A diarista Tânia Monteiro, de 46 anos, fez questão de se posicionar no último dia 30 de outubro, após o resultado do segundo turno das eleições 2022, oficializar a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva.

Tânia Monteiro publicou em seu status no WhatsApp uma foto do presidente em exercício Jair Bolsonaro (PL), com a boca cheia de capim, em referência a um vídeo compartilhado por ele no ano de 2018 onde oferece relvas aos petistas.

Logo em seguida, Tânia Monteiro, recebeu a mensagem de uma das patroas dispensando o seu serviço. Pouco tempo depois outra contratante, também a dispensou.

Confira a seguir o print da conversa que foi publicado.\n\nAs duas ex-patroas de Tânia, são irmãs, o caso deixou o filho da diarista indignada e resolveu compartilhar o que se passou com a mãe e o caso viralizou.

ANÚNCIOS

Tânia fez a seguinte afirmação: “Foi uma falta de respeito com a minha pessoa. O voto é livre e nós temos direito à escolha, eu tenho um patrão que votou em Bolsonaro e achou ridículo o que elas fizeram comigo,” afirmou.

O que Tânia não imaginava era que a publicação de Jefferson no Twitter, iria viralizar e causar comoção entre os usuários da rede social.

ANÚNCIOS

A diarista que mora em São Paulo recebeu o apoio de milhares de pessoas e está com a agenda lotada de trabalhos para todo o mês de novembro.

Sobre o Autor

Fabiana Batista Stos

Jornalista digital, com mais de 10 anos de experiência em criação de conteúdo dos mais diversos assuntos. Amo escrever e me dedico ao meu trabalho com muito carinho e determinação.