Notícias

VÍDEOS: Tempestade que assola o Rio de Janeiro deixa várias vítimas fatais, desaparecidos e rastro de destruição

O prefeito do RJ decretou estado de emergência.

ANÚNCIOS

As intensas chuvas têm causado consideráveis transtornos tanto na cidade quanto no estado do Rio desde as primeiras horas deste domingo.

O Corpo de Bombeiros reportou no período da manhã um total de nove óbitos até o momento, concentrados na Zona Norte da capital e na Baixada Fluminense. Alguns desses casos ainda aguardam identificação. Em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, uma pessoa ainda permanece desaparecida.

Após um fechamento completo durante a madrugada, a Avenida Brasil já foi completamente reaberta, embora tenha sido necessário o fechamento da pista central no sentido centro pela manhã para facilitar o escoamento da água, ação realizada por agentes da prefeitura.

O subsolo do Hospital Ronaldo Gazolla, localizado em Acari, encontra-se alagado. Além disso, a Linha 2 do metrô opera de maneira parcial devido ao transbordamento do Rio Acari.

ANÚNCIOS

Mortes provocadas pelas chuvas no Rio de Janeiro

  • 1 mulher em Acari (vítima de afogamento)
  • 1 homem em Ricardo de Albuquerque (vítima de soterramento)
  • 1 mulher em Nova Iguaçu (vítima de afogamento)
  • 1 homem em São João de Meriti (vítima de uma descarga elétrica)
  • 1 homem em São João de Meriti (vítima de afogamento)
  • 1 homem em Comendador Soares (vítima de afogamento)
  • 1 homem em Belford Roxo (vítima de afogamento)
  • 1 homem em Duque de Caxias (vítima de uma decarga elétrica)
  • 1 homem em Nova Iguaçu (vítima não teve a causa da morte divulgada)

Nas suas plataformas de mídia social nesta manhã, o prefeito Eduardo Paes fez um apelo para que as pessoas evitem transitar pela Avenida Brasil, enquanto informava que a prefeitura estava empenhada em restabelecer o fornecimento de energia no Hospital Ronaldo Gazolla. De acordo com os dados monitorados pelo município, diversas áreas da cidade apresentaram acumulados de chuva superiores a 200mm nas últimas 24 horas.

ANÚNCIOS

O governador Cláudio Castro, por meio de seu pronunciamento oficial, comunicou que manteve diálogo com os prefeitos das regiões mais impactadas, como na Baixada Fluminense e São Gonçalo. Ele ordenou o fortalecimento das equipes de emergência nos hospitais, além de informar sobre a mobilização de maquinário para a realização da limpeza das vias públicas.

Há unidades hospitalares impossibilitadas de atender a população por causa de inundações, algumas linhas do metrô e de ônibus não estão em funcionamento, o que torna a situação ainda mais caótica.

ANÚNCIOS

Diante do cenário trágico, propagam-se nas plataformas digitais registros de salvamentos impactantes, a presença surpreendente de jacarés em meio às inundações e momentos singulares, como a figura de um indivíduo utilizando uma moto aquática, nas proximidades do Hospital Carmela Dutra, navegando pelas águas da via alagada.

O número de vítimas fatais pode aumentar haja vista que os socorristas do Corpo de Bombeiros ainda estão atuando em diversas ocorrências.

Sobre o Autor

Fabiana Batista Stos

Jornalista digital, com mais de 10 anos de experiência em criação de conteúdo dos mais diversos assuntos. Amo escrever e me dedico ao meu trabalho com muito carinho e determinação.