Notícias

Vídeo: Fisiculturista perde a vida depois de ser atingido por arma de choque da PM

O caso está sendo investigado pela polícia.

Na noite do último sábado (29), uma confusão durante uma festa em um condomínio na Zona Sul de São Paulo, terminou em tragédia.

PUBLICIDADE

Segundo as primeiras apurações, o caso aconteceu por volta das 21h, um fisiculturista identificado como Reinaldo Armando Junior, de 39 anos, morreu após receber quatro disparos de um teaser (arma de choque), usado pela Policia Militar de São Paulo.

Segundo o primo da vítima, a confusão aconteceu após Reinaldo que estava participando de uma confraternização em um condomínio quando ele tentou pegar na mão de uma criança que não era conhecida da família.

A família teria afirmou que ao certo Reinaldo tenha se confundido achando que conhecia a criança e por isso se aproximou dela.

PUBLICIDADE

Contudo, os moradores do local que estavam na confraternização deram uma outra versão, segundo testemunhas Reinaldo teria tentado agredir outras crianças durante a festa.

Após o ocorrido, vários adultos começaram a discutir e um dos moradores acionaram a Polícia Militar para conter o fisiculturista que estava muito agitado.

Veja a seguir o vídeo do momento em que a polícia imobiliza o fisiculturista com a arma de choque.

Uma testemunha disse que o homem teria discutido com a esposa pouco antes de descer para festa aonde chegou alterado.

PUBLICIDADE

Quando os agentes de segurança chegaram no local utilizaram uma arma de choque para imobilizar o homem.

Em um vídeo que foi gravado por um dos moradores é possível ver que Reinaldo resiste a prisão, foi então que os policiais efetuaram quatro disparos com a arma de choque, ao todo foram quatro disparos e em seguida o homem desmaiou.

Arnaldo Jr. foi socorrido e levado para uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos e evoluiu para o óbito.

PUBLICIDADE

A polícia segue investigando o caso.

Sobre o Autor

Fabiana Batista Stos

Jornalista digital, com mais de 10 anos de experiência em criação de conteúdo informativo e imparcial. Somente a imprensa livre tem o poder de defender os interesses e a liberdade do cidadão.