Notícias

Universitária e ‘guerreiro’: quem são as duas vítimas fatais da festa sertaneja que ocorreu em SP

Os dois jovens não resistiram após terem sido baleados durante o show.

ANÚNCIOS

No interior de São Paulo, na região de Piracicaba, uma tragédia aconteceu durante um show sertanejo e dois jovens morreram. A estudante universitária, Heloise Magalhães, de 23 anos, não resistiu após ter sido baleada. Leonardo Cardozo, de 26 anos, também não resistiu aos ferimentos. Ele atuava como técnico de transportes. Familiares e amigos utilizam das redes sociais para deixar homenagens e se despedir dos dois.

Heloise tinha feito aniversário recentemente, completando os 23 anos no dia 12 de novembro. Ela era aluna da UNICAMP e estudava odontologia, já estando no quinto semestre de curso. Fã de festas e torcedora fanática do Palmeiras, ela era frequentemente elogiada em seu perfil no Instagram, sendo apontada como uma pessoa esforçada e que amava viver.

“Animada, engraçada, de personalidade forte e bem decidida, a Helo tem um coração enorme que está sempre pensando em todo mundo”, foi dito em uma publicação.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Comissão FOP T62 (@comissao62)

ANÚNCIOS

A outra vítima, Leonardo, era menos ativo nas redes sociais. Ele foi baleado após tentar separar uma briga de casal que ocorreu durante o show de Hugo e Guilherme. O rapaz tinha se formado na Fatep (Faculdade de Tecnologia de Piracicaba). Os amigos e familiares o definiram como uma pessoa muito trabalhadora e que sempre fazia os outros rirem.

‘Trabalhador, guerreiro, você foi uma das melhores pessoas que já conheci, você sempre será o Leo palhaço que fazia a alegria de todo mundo’, apontou Luana, uma amiga de Leonardo.

Sobre o Autor

Juliana Gomes

Colunista de notícias dedicada a escrever sobre os mais diversos assuntos. Sempre fui apaixonada pela arte da escrita e pela literatura.