Notícias

Suzane von Richthofen escolhe apresentar trabalho sobre maternidade durante evento em sua faculdade

ANÚNCIOS

Em uma universidade na região de Taubaté, no interior de São Paulo, Suzane Richthofen, condenada a 29 anos de prisão por ter matado os próprios pais, apresentou um trabalho sobre maternidade e os desafios que uma gestação implica em uma mulher. Atualmente, ela cumpre pena em regime semiaberto na Penitenciária Feminina Tremembé e está autorizada pela Justiça a realizar o curso de biomédica em uma universidade privada.

Suzane apresentou o trabalho acompanhada de seus colegas de classe. O tema abordado foi as dificuldades que uma gestação tardia pode representar e o quanto as tecnologias podem ajudar. O trabalho da detenta foi apresentado para alunos, professores e pesquisadores que estavam no local.

A presença dela causou curiosidade e comentários entre aqueles que estavam presentes. Foi informado que ela obteve autorização do presídio para participar do evento como uma forma complementar aos seus estudos.

No momento, ela está na fase final de cumprimento de sua pena. Além disso, Suzane é considerada um bom exemplo de comportamento dentro do presídio, chegando a receber autorização para fazer um curso de informática que ela mesma custeia.

ANÚNCIOS

Suzane estuda na faculdade no período noturno. Ela obteve autorização para estudar após ter tirado uma boa nota no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e por ter mostrado condições de arcar com a mensalidade da universidade.

A motivação de Suzane para matar os seus pais teria sido por conta de eles não aceitarem o seu namoro com Daniel Cravinhos.

Sobre o Autor

Juliana Gomes

Colunista de notícias dedicada a escrever sobre os mais diversos assuntos. Sempre fui apaixonada pela arte da escrita e pela literatura.