Notícias

SP: Dono de academia mata funcionário da Enel após ter energia cortada por falta de pagamento

Crime aconteceu na última quarta-feira.

ANÚNCIOS

Um homem de 27 anos, prestador de serviços da Enel, foi morto após cumprir uma ordem de corte de energia. O homicídio aconteceu no bairro Vila Marieta, zona leste de São Paulo, na última quarta-feira (13/03).

O suspeito pelo crime é o empresário Randal Rossoni, de 44 anos. Ele teria se irritado após ter a energia de uma academia cortada. Odail Maximiliano foi quem realizou o serviço, a mando da empresa, por falta de pagamento.

Segundo as informações, Rossoni chegou a reclamar com o prestador de serviços, mas Odail apenas cumpriu a ordem e seguiu com seus outros chamados do dia, fazendo atendimentos na região.

Pouco tempo depois, a polícia foi acionada até um posto de gasolina. O posto fica a menos de 500 metros da academia, na Avenida São Miguel, e foi palco do crime. Ao chegar no posto, a polícia se deparou com Odail caído no chão e ferido a arma de fogo.

ANÚNCIOS

Testemunhas contaram que o crime aconteceu muito rapidamente e que foi seguido de confusão após o disparo. Odail chegou a ser socorrido, mas não resistiu ao ferimento e teve a morte confirmada no hospital.

Randal Rossoni chegou a fugir de carro, mas uma testemunha havia anotado a placa do veículo. Ele foi encontrado pela polícia e confessou o crime, admitindo que a motivação havia sido o corte de energia.

Após o crime, as redes sociais da academia e do próprio Rossoni foram desativadas. Em nota, a Enel repudiou o crime e prestou solidariedade à família da vítima.

Sobre o Autor

Roberta R

Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.