Curiosidades

Quem é a mulher com deficiência que contratou profissional para ‘fazer amor’ pela primeira vez aos 43

Melaine é diagnosticada com inflamação da medula espinhal.

ANÚNCIOS

Aos 43 anos de idade, Melanie, que vive numa cadeira de rodas desde os 3 anos de idade, decidiu cumprir a promessa que fez a si mesma enquanto se manteve em isolamento social por conta da pandemia de COVID-19, na Austrália.

E assim, Melanie contratou um profissional para que a realizasse na cama pela primeira vez em toda a sua vida, de acordo com o que disse em entrevista à BBC.

Contando detalhes, Malanie disse que procurou o contato de uma agência de acompanhantes e se encantou com o perfil de um jovem chamado Chayse. Na sequencia, marcou um encontro no apartamento dele.

Diagnosticada com inflamação da medula espinhal e com as pernas paralisadas e braços atrofiados, Melaine precisa de ajuda de auxiliares para realizar as tarefas diárias.Chayse de costas para a cmera e Melanie Foto MelanieVia BBC

ANÚNCIOS

Ainda em entrevista, ela revela que nunca se relacionou com ninguém, mas após ser aconselhada por sua assistente social, se animou e se entregou após encontrar um profissional que passou confiança e a deixou segura.

Melanie conta que teve um choque de realidade quando chegou ao apartamento de Chayse, pois não tinha nenhuma experiência e se sentiu pressionada por estar frente a frente com um especialista no assunto, mas foi ficando calma e pouco tempo depois começou a curtir o momento com o garoto de programa.

“Foi a primeira vez que fiquei nua na frente de um homem, fora de um hospital”, relatou. A experiência, embora desafiadora, se revelou prazerosa e a mulher passou a fazer planos.

Aos 43 anos Melanie decidiu contratar um garoto de programa e experimentar sexo pela primeira vez Foto MelanieVia BBC

ANÚNCIOS

Antes de finalizar a entrevista, ela revela que gostou da experiência e o contratou outras vezes, mas agora já pensa em encontrar alguém para se relacionar por amor.

Melaine aproveita para falar sobre as dificuldades que pessoas com deficiência enfrentam para ter uma vida sexual ativa. Após a experiência, ela entrou em aplicativos de namoro e agora conta com a ajuda de Chayse para encontrar um grande amor.

Sobre o Autor

Millena Carvalho

Estudante de Letras, apaixonada pela vida e pela arte. Comprometida com a seriedade em repassar informações verídicas e que enriqueça o conhecimento de nossos leitores.