Notícias

Quem é o médico que usava pulseira com câmera para filmar crianças durante atendimento

O caso segue sob investigação.

ANÚNCIOS

Autoridades federais informaram que dezenas de dispositivos eletrônicos, contendo pornografia infantil, foram descobertos pela polícia na casa de um médico de 32 anos em Massachusetts, nos Estados Unidos.

Entre os dispositivos apreendidos, havia uma câmera escondida que supostamente era utilizada para filmar crianças e adolescentes durante exames médicos.

Autoridades relataram que, em fevereiro, durante buscas em duas residências do médico, os investigadores encontraram aproximadamente 80 dispositivos eletrônicos contendo mais de mil imagens e vídeos de supostos abusos contra crianças.\n\nAlgumas das vítimas aparentavam ter idade entre 6 e 11 anos. Dentre os dispositivos apreendidos, havia uma câmera escondida presa a uma pulseira, a qual continha diversos vídeos gravados secretamente do homem realizando exames médicos em menores.

De acordo com um comunicado à imprensa, o homem foi preso em 14 de março. A procuradora dos EUA, Rachael Rollins, afirmou que não há medo maior do que a possibilidade de dano para uma criança, especialmente para pais ou responsáveis.

ANÚNCIOS

Ela ainda alegou que o médico, que ocupava um cargo de confiança com acesso a menores, mantinha material de abuso infantil.

“É alegado que dois menores que os investigadores acreditam serem pacientes podem ser ouvidos e parcialmente vistos nos vídeos”, afirmaram os agentes de segurança que investigam o caso.

Apesar da investigação em andamento, o homem já foi acusado de posse de pornografia infantil, crime que pode resultar em uma pena máxima de 20 anos de prisão.

O caso ganhou uma enorme repercussão e vem chamando a atenção de pessoas em todo o mundo.

ANÚNCIOS

Sobre o Autor

Fabiana Batista Stos

Jornalista digital, com mais de 10 anos de experiência em criação de conteúdo dos mais diversos assuntos. Amo escrever e me dedico ao meu trabalho com muito carinho e determinação.