Notícias

Quem era a enfermeira grávida de 8 meses que perdeu a vida de forma assustadora, polícia expõe detalhes sobre o crime

O crime chocou a comunidade local.

ANÚNCIOS

A confirmação da morte de uma jovem enfermeira que estava grávida de 8 meses chocou a população da cidade de Alfredo Chaves, que fica localizada na Região Serrana do estado do Espírito Santo.

De acordo com as informações repassadas pelos agentes de segurança responsáveis por conduzir as investigações sobre o caso, a vítima identificada como Íris Rocha, de 30 anos, foi assassinada na última quinta-feira (11).

Seu corpo foi encontrado em uma estrada na zona rural do município. Apenas nesta segunda-feira (15) que os familiares da enfermeira reconheceram o corpo de Íris.

De acordo com as informações da Polícia Militar, o cadáver foi localizado envolto em cal às margens da via que conecta Matilde à localidade de São Bento de Urânia, dentro do mesmo município.

Segundo os peritos da Polícia Civil, a vítima sofreu pelo menos dois disparos na região do peito. No local do ocorrido, foram identificadas cinco cápsulas de munição.

ANÚNCIOS

A Polícia Militar relatou que, por volta das 11h40 da última quinta-feira, recebeu um chamado para verificar a informação de um corpo encontrado em Iracema, Alfredo Chaves.

A equipe se deslocou até o local, onde, após buscas, localizou o corpo de uma mulher às margens da estrada por volta das 14h. A perícia foi imediatamente acionada.

ris Rocha de Souza 30 anos enfermeira grvida encontrada morta

ANÚNCIOS

Íris, que também era mãe de um filho de oito anos, residia em Jacaraípe, na Serra, pertencente à Região Metropolitana de Vitória, a capital do estado. O velório de Íris está programado para a manhã de terça-feira (16), e o sepultamento ocorrerá no Cemitério Jardim da Paz, na Serra.

Ainda de acordo com os agentes da Polícia Civil a investigação ocorrerá em sigilo para que não haja interferência na elucidação do crime.

Faculdade em luto

Universidade Federal do Esprito Santo Ufes publicou nota de pesar sobre a enfermeira que era mestranda Foto ReproduoInternetNas redes sociais, familiares, amigos e colegas da faculdade expressaram muita tristeza diante da morte violenta e precoce da enfermeira.

Sobre o Autor

Fabiana Batista Stos

Jornalista digital, com mais de 10 anos de experiência em criação de conteúdo dos mais diversos assuntos. Amo escrever e me dedico ao meu trabalho com muito carinho e determinação.