Notícias

Quem era o empresário que teve a vida tirada por cliente ao defender sua funcionária em SP

O empresário não resistiu após ter sido atacado enquanto estava defendendo uma de suas funcionárias. Mais detalhes foram expostos.

ANÚNCIOS

Neste último sábado, dia 15 de junho, o empresário Carlos dos Santos Monteiro, mais conhecido como Nenê, e dono do Malta Rock Bar em São Paulo, teve a sua vida tirada por um cliente após o expulsar de seu estabelecimento.

O motivo da expulsão teria sido para defender uma de suas funcionárias que estava sendo assediada pelo homem. O dono o bar, de 57 anos de idade, foi atacado com golpes de canivete na região de seu pescoço e nas costas, em frente ao seu bar.

Diante do ocorrido, o agressor, identificado pelo nome de Diego de Almeida Pereira, de 34 anos, foi imobilizado por frequentadores do bar até que a Polícia Militar (PM) chegasse.

Diego, que apresentava sinais de ter bebido álcool e estar sob o efeito de drogas, foi preso em flagrante. Testemunhas disseram que ele estava perturbando os clientes e chegou a assediar uma mulher que reagiu com o soco.

ANÚNCIOS

Nenê percebeu que Diego estava armado e tentou intervir, questionando: “O que você vai fazer com essa faca?”, momentos antes de o expulsar. Assim que ele teria sido expulso, atacou o empresário, que não resistiu aos ferimentos.

Vídeos nas redes sociais flagraram a vítima caída e o agressor detido por outros clientes. A arma teria sido apreendida e o caso foi registrado e deverá ser investigado com mais detalhes.

A morte do empresário causou uma grande comoção, visto que muitos clientes frequentavam o seu bar e gostavam bastante de sua presença. O homem preso já tinha passagens pela polícia.

Sobre o Autor

Juliana Gomes

Colunista de notícias dedicada a escrever sobre os mais diversos assuntos. Sempre fui apaixonada pela arte da escrita e pela literatura.