Notícias

Quem era a dona do salão de beleza que foi morta brutalmente pelo namorado; eles estavam juntos há menos de 6 meses

Crime aconteceu na noite do dia 7 de fevereiro.

ANÚNCIOS

Em Londrina, a história de Cláudia da Luz Maceu, uma apaixonada dona de salão de beleza, terminou em tragédia, deixando a comunidade local em choque.

A vida de Cláudia foi brutalmente interrompida por golpes de faca desferidos pelo próprio namorado, Arthur Henrique Rockenbach, em um ato que ele justificou por ciúmes.

O crime, ocorrido na noite de quarta, dia 7 de fevereiro, só veio à tona na manhã seguinte, após vizinhos alertarem a família da vítima.Cludia da Luz Maceu foi encontrada na casa onde morava com o namorado Arthur Henrique Rockenbach Foto Arquivo pessoal

Cláudia, que compartilhava nas redes sociais sua paixão pelo trabalho e pelo salão que gerenciava no centro de Londrina, tinha planos e sonhos que foram abruptamente cessados.

O relacionamento de Cláudia e Arthur, que durava menos de seis meses, já apresentava sinais de turbulência, segundo familiares.

ANÚNCIOS

Apesar da falta de registros formais de violência, o desfecho fatal evidencia as sombras que podem se esconder por trás de portas fechadas.  O sepultamento est previsto para s 15h desta sexta-feira 9 Foto Reproduo

Arthur, após o crime, tentou encobrir os rastros de sua ação com um plano macabro de incendiar a residência. Em depoimento, ele tentou alegar defesa própria, contradizendo sua confissão inicial à polícia. A investigação segue, buscando justiça para Cláudia e respostas para uma comunidade abalada pela violência.

Este caso reacende o debate sobre a violência doméstica e a importância do apoio a vítimas, em um momento onde a perda de Cláudia deixa um vazio não apenas em Londrina, mas em todos que valorizam a vida e a liberdade.

ANÚNCIOS

Sobre o Autor

Paulo Machado

Colunista de portal de notícias dedicado a TV e Famosos, Curiosidades, Saúde Natural e Bem-estar, Finanças e Política Brasileira