Curiosidades

Por que muitas pessoas não conseguem utilizar banheiros públicos? Entenda

Para muitas pessoas, é praticamente impossível utilizar um banheiro que não seja o de sua casa. Descubra o motivo.

ANÚNCIOS

Diversas pessoas ficam apreensivas quando vem aquela vontade de usar o banheiro no momento em que estão fora de casa. Ainda que para muitas pessoas isso possa ser comum, para outras pessoas pode trazer certa ansiedade quando isso ocorre. É um tipo de ansiedade que faz com que a pessoa evite utilizar banheiros públicos a todo preço.

O psicólogo Dr. Frank J. Sileo, autor e palestrante de Nova Jersey, fala que existem pacientes que até “voltam para a casa só para usar o banheiro”. E disse também que “alguns pacientes esperam até que o banheiro (qualquer que seja) esteja totalmente vazio até que consiga usá-lo”. A ciência é capaz de contribuir para explicar o porquê dessas ações.

A “ansiedade do banheiro” é uma frase usada para responder uma série de perguntas diferentes, ligadas ao uso de banheiros públicos. Para muitas pessoas, isso significa que é incapaz de usar um banheiro fora de casa para evacuar. Já para outras pessoas, isso significa que elas não são capazes nem de fazer suas necessidades enquanto estão fora de casa, e isso pode se tornar um grave problema para a saúde do seu corpo.\n\n

Onde surgiu a ansiedade?

O psicólogo Dr. Frank J. Sileo contou que esse tipo de ansiedade vem do constrangimento dos cheiros e das zoadas que se fazem ao usar um banheiro público. O medo ou incapacidade de defecar em ambientes que estejam com outras pessoas por perto, recebe o nome de parcopresis. Inclusive tem conexão com ansiedade social generalizada e transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), transtornos mentais em que as pessoas de modo inesperado executam devidas rotinas ou reconhecem certos pensamentos.

ANÚNCIOS

Mesmo que exista um número desconhecido de pessoas que só é capaz de utilizar o banheiro analisados por elas como seguros e privados, a International Paruresis Association estima que cerca de 220 milhões de pessoas no mundo, cerca de 7% da população global, está sofrendo com a paruresis, a incapacidade de usar os banheiros públicos.

Dr. Simon Knowles, psicólogo clínico, conferencista sênior da Universidade de Swinburne de Tecnologia da Austrália, é um especialista internacional que estuda sobre a “ansiedade do banheiro”, ele declara que uma pequena pesquisa foi dirigida sobre paruresis desde que a circunstância foi percebida pela primeira vez, no ano de 1954.

ANÚNCIOS

Somente um número menor de estudos aprofundou mais sobre o uso de banheiros públicos. Tendo como exemplo, o Journal of Personal Social Psychology, de maio do ano de 1976, que descreveu a etiqueta do mictório masculino.\n\nO estudo americano constituiu um voluntário para ficar dentro do banheiro dos homens e ficar na parte do urinol ao lado de um homem desavisado que estava urinando no momento em que um pesquisador estava escondido em uma das cabines para estudar as reações dos homens. O estudo notou que quanto mais próximo o voluntário estava dos homens que estavam urinando, mais eles demoravam a fazer xixi.

Outro estudo foi feito no ano de 1985, ele mostra os limites comportamentais que notam ser tão precisos quanto à segurança física que uma cabine de banheiro presenteia. Temos como exemplo, amigos que entram em um banheiro normalmente, deixam de falar no momento em que entram nas cabines onde estão os vasos sanitários.

Nem sempre é a presença de outras pessoas que causa a ansiedade. Um estudo de 2012, do British Journal of Criminolog, conversou com homens e mulheres que usaram um dos 20 banheiros públicos optados na pesquisa. Os homens elevaram a ansiedade sobre a agressão física, ou que eles seriam observados ou pegos olhando os outros, enquanto as mulheres seriam mais amáveis ​​com estranhos, estando concentradas apenas na higiene.

ANÚNCIOS

A higiene, ou a ausência dela, também é um fator muito importante no caso do medo ao utilizar os banheiros públicos. Mesmo para algumas pessoas que não sentem ansiedade geral no banheiro, um banheiro público normalmente sujo, pode transmitir uma séria aquietação específica.

 

Sobre o Autor