Novelas

O Sétimo Guardião; Resumo de Segunda-feira 26 de novembro

O capítulo dessa segunda-feira, dia 26 de novembro, promete grandes emoções

A novela do horário nobre da Rede Globo, que vai ao ar de segunda a sábado, a partir das 21h, promete grandes emoções em seus capítulos que serão exibidos nessa segunda-feira, dia 26 de novembro de 2018.

PUBLICIDADE

Sóstenes e Luz saberão através de Gabriel, quem foi que o enterrou vivo. Sampaio tenta entrar na casa de Egídio e para isso, pede que Robério o ajude. Luz vai até a pousada de Ondina procurar por Sampaio. Um terrível vendaval chega a Serro Azul. Ypiranga conclui os trabalhos do casarão.

De todos nós, quem mais lidou com o Gabriel fui eu. E posso dizer que ele não parece a pessoa ideal para ocupar um cargo tão alto. Meu voto é ‘não’”, falará o Dr. Aranha.

Porém, Feliciano (Leopoldo Pacheco) e Ondina (Ana Beatriz Nogueira) concordam que Gabriel deveria ficar sabendo de toda a verdade. Refletindo sobre isso, o delegado Machado ficará com Aranha. “Convivi com ele esses dias e percebi o quanto está apaixonado pela Luz. Duvido que renuncie a ela, ainda mais para levar uma vida solitária”, comentará.

PUBLICIDADE

Como Egídio não fará parte dessa discussão em “O Sétimo Guardião”, será o prefeito Eurico quem decidirá os próximos passos de todos. “Neste caso, se é para decidir já, eu voto contra. Mas, vejam bem, não é meu voto final. Nem devia ser o de vocês. Para que essa precipitação toda? Vamos pensar melhor a respeito! Deixa passar uns dias, para ver se aparece alguma novidade. E aí nos reunimos e votamos de novo”, declarará. “Mas, será que foi a melhor decisão?”, concluirá.

O Dr. Aranha ficará em choque ao ver a marca do gato nas costas de Gabriel, que estará sem camisa no momento. Ele vai fingir que não viu a marca, mas sem perder tempo vai convidar os amigos para uma reunião e soltará a bomba. Será nesse instante que a irmandade ficará em um impasse, contar ou não contar para o rapaz que ele tem uma missão muito importante em Serro Azul?

A discussão sobre o tema começará e a esotérica Milu, diz que prefere ir direto no assunto: “Eu acho que a gente deveria se juntar, ir até ele e abrir o jogo. Contar tudo!”, sugerirá na reunião.

Como é de se esperar, o prefeito se colocará contra: “O rapaz foi criado em São Paulo! Tem outra cabeça. Vai achar essa história da Irmandade invenção nossa. Uma coisa de malucos”, falará, colocando um ponto final.

PUBLICIDADE

E de novo Milu tentará ajudar em mais essa situação: “Então só tem um jeito. Vamos botar em votação. Quem é a favor de procurar o Gabriel diga ‘sim’. E ‘sim’, eu sou a primeira”, comentará.

Sobre o Autor