Curiosidades

O que vidente que acertou sobre o desastre do dia 11 de setembro previu para o ano de 2024

As previsões foram divulgadas e chamam atenção. Ela acertou a previsão do dia 11 de setembro.

ANÚNCIOS

As previsões da vidente búlgara Vangelia Gushterova, conhecida como ‘Baba Vanga’, continuam a atrair atenção e especulação, mesmo mais de 25 anos após sua morte. Com uma reputação de acertos impressionantes, como a predição do 11 de setembro e do Brexit.

E agora, suas palavras sobre as condições climáticas e eventos mundiais para o ano de 2024 têm gerado discussões e reflexões. Suas previsões, embora controversas e debatidas, continuam a alimentar a imaginação e a curiosidade daqueles que buscam compreender o que o futuro pode reservar.

A recente ocorrência de fortes trovoadas no Reino Unido, descritas por alguns como semelhantes a explosões de bombas, ressoa com as previsões de Baba Vanga sobre eventos meteorológicos “aterradores” para este ano.

Sua visão de uma alteração na órbita terrestre, causando perturbações climáticas e aumento da radiação, parece ecoar nos fenômenos extremos que testemunhamos ao redor do mundo.

ANÚNCIOS

Além das questões climáticas, Baba Vanga também previu uma crise econômica para o Reino Unido em 2024, o que está se materializando com um declínio no PIB acima das expectativas.

Suas visões sobre desenvolvimentos drásticos na saúde também encontram ressonância na busca contínua por avanços médicos, como a pesquisa de uma vacina contra o câncer de pulmão.

Apesar de ter perdido a visão aos 12 anos, Vangelia Gushterova acreditava ter recebido um “presente de Deus” ao poder prever o futuro. Suas previsões, embora frequentemente obscuras e sujeitas a interpretação, continuam a intrigar e fascinar pessoas ao redor do mundo, levantando questões sobre o destino e o desconhecido.

O legado de Baba Vanga permanece como um mistério enigmático, deixando-nos contemplativos sobre a natureza do tempo, eventos futuros e o alcance do conhecimento humano.

ANÚNCIOS

Sobre o Autor

Juliana Gomes

Colunista de notícias dedicada a escrever sobre os mais diversos assuntos. Sempre fui apaixonada pela arte da escrita e pela literatura.