Curiosidades

O caso da mulher que chegou no próprio velório e deixou estarrecido o homem que pagou por a seu assassinato

O mandante do crime acabou atrás das grades.

Uma mulher conseguiu escapar de uma emboscada e praticamente nasceu novo para colocar o mandante do crime atrás das grades.

PUBLICIDADE

Este caso parece ter saído de uma cena de um filme de ação e suspense com um final digno das grandes produções de Hollywood.

Noela Rukundo, mãe de 8 filhos, moradora da Austrália, teve sua morte encomendada pelo próprio marido, identificada como Balenga Kalala.

Continua…

PUBLICIDADE

A mulher precisou visitar seu país de origem para o enterro de sua madrasta na cidade de Burundi, logo após o sepultamento ela seguiu para um hotel e uma gangue de pronto a sequestrou para matá-la.

Após ser levada pelos criminosos, o líder da gangue perguntou a Noela o que ela tinha feito para merecer tal destino. “Porque esse homem nos pediu para te matar?”.

Sem entender ao certo o que estava acontecendo e confusa ela quis saber de que homem eles estavam falavam. E a resposta lhe deu arrepios: “O seu marido.”

Os homens ligaram para Balenga Kalala e o colocaram no viva voz e antes de terminar a ligação o marido de Noela reforçou a ordem: “mate-a”.

PUBLICIDADE

Entretanto, o líder dos criminosos resolveu não cometer o crime e afirmou que não matavam nem mulheres e crianças e após dois dias em posse dos bandidos no cativeiro, Noela foi liberada.

Após três dias, Noela retornou para Austrália, seu marido acreditando que ela estava morta, já tinha avisado a todos em sua comunidade que a esposa havia falecido em um acidente em sua terra natal. Fingindo estar muito abalado ele era consolado pelos amigos e parentes que foram até a residência para lhe dar os pêsames.

A mulher aguardou que todos deixassem sua casa e decidiu surpreender o marido: “Surpresa! Eu ainda estou viva!”, deixando o marido estarrecido.

Em seguida Noela ligou para a polícia e Balenga confessou que tinha encomendado a morte da esposa, pois ele achou que a esposa o trocaria por outro homem durante a viagem.

PUBLICIDADE

Este caso aconteceu no ano de 2015, Balenga foi preso e sentenciado a nove anos de prisão. Noela continua vivendo com seus oito filhos.

Sobre o Autor

Fabiana Batista Stos

Jornalista digital, com mais de 10 anos de experiência em criação de conteúdo informativo e imparcial. Somente a imprensa livre tem o poder de defender os interesses e a liberdade do cidadão.