Famosos

MPF confirma abertura de investigação contra Matteus por fraude em cotas raciais

Ex-brother pode acabar se complicando judicialmente.

ANÚNCIOS

Na última quinta-feira (20/06), foi confirmado que o Ministério Público Federal abriu investigação formal para apurar a denúncia de fraude contra o ex-BBB Matteus Amaral. O gaúcho foi acusado de fraudar o sistema de cotas para ingresso no ensino superior.

O caso veio à tona há alguns dias, após ser exposto por perfis no twitter. Em 2014, Matteus se declarou negro para ingressar na faculdade. Segundo informações confirmadas pela instituição, o ex-brother se matriculou no curso.

Em nota, o MPF informou que “o procedimento está em fase de análise preliminar das informações relatadas”. Ainda na nota, o MPF esclareceu também quais serão os procedimentos após essa etapa.

“Concluída essa etapa, o MPF definirá os próximos passos, o que pode significar a instauração de um inquérito, o arquivamento do caso ou outras medidas cabíveis”, informou.

ANÚNCIOS

A denúncia

Após o caso ganhar repercussão nas redes sociais, o ativista Antonio Isuperio foi quem representou formalmente ao Ministério Público. No documento, o ativista pediu a responsabilização do ex-brother e também da universidade que permitiu a matrícula.

A reação de Matteus Amaral

Num primeiro momento, Matteus optou pelo silêncio quando o assunto veio à tona. No entanto, acabou se pronunciando depois da denúncia ao MPF ser noticiada. O ex-brother alegou ter sido vítima de um erro.

Segundo Matteus, um terceiro teria feito sua inscrição no vestibular e assinalado a concorrência em cotas por engano. Matteus, no entanto, não explicou porque se matriculou no curso mesmo sabendo do suposto erro.

Sobre o Autor

Roberta R

Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.