Notícias

Menina que desapareceu após briga com amigas é encontrada após 64 dias: ‘surto emocional’

Pai da detalhes de por onde a filha andou.

ANÚNCIOS

Nesta sexta-feira (14/06), uma boa notícia foi confirmada por uma família cujo a filha estava desaparecida desde o dia 1º de abril. A menina, de apenas 14 anos, foi encontrada por uma assistente social.

Vagner Guedes de Castro, de 56 anos, pai da menor, foi quem confirmou a informação. Procurado pelo Metrópoles, ele deu detalhes de como a menina foi encontrada e como esta desde que voltou para casa.

Amanda Cestari fugiu de casa no dia 1º de abril, com uma mochila e a quantia de R$200. Câmeras de segurança flagraram o momento em que a menina saiu de casa sozinha. Ali, teve início o drama da família.

Segundo Vagner, a menina teria sofrido um colapso emocional gerado por uma briga entre ela e algumas amigas. A discussão teria começado por incômodo das amigas na insistência da adolescente em falar sobre o interesse em Umbanda.

ANÚNCIOS

Vagner contou que Amanda também falava sobre o assunto em casa e que a família já teria concordado em leva-la a um terreiro nas férias escolares, para que ela pudesse conhecer mais da religião.

No entanto, após a briga com as amigas, que aconteceu em redes sociais, a menina teria sofrido um “surto emocional” e saído de casa. Segundo o pai, Amanda relata com detalhes todos os 64 dias que passou longe de casa. Os detalhes são tantos, que o pai pensa em escrever um livro.

Ela, que desapareceu em Santo André, foi encontrada em Taubaté. Segundo a família, ela relatou que chegou a estar no Rio de Janeiro e planejava chegar à Bahia. Ela foi encontrada tomando café em um centro de acolhimento à população de rua.

Sobre o Autor

Roberta R

Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.