Curiosidades

Estudo aponta o segredo para viver mais; Quanto mais você fizer isso maior será sua qualidade de vida

Longevidade: o segredo para viver bem por mais tempo

A Universidade de Wilkes realizou um estudo, o qual foi dividido em duas fases: Na primeira, mil homens entre 45 a 60 anos de idade foram entrevistados a respeito de seus relacionamentos. Dez anos depois, estes mesmos homens responderam a uma série de perguntas sobre a frequência em que tiveram uma relação feliz. Os pesquisadores concluíram que os homens que se relacionavam ao menos duas vezes por semana reduziram suas taxas de mortalidade pela metade.

PUBLICIDADE

A segundo fase do estudo contou com a participação de 200 mulheres com idades entre 21 e 50 anos de idade.Elas responderam perguntas, basicamente como a dos homens na primeira fase do estudo,justamente sobre suas vidas amorosas e o quanto elas estavam satisfeitas.Após análise biológica, os cientistas descobriram que as mulheres que tinham a vida mais ativa e tinham uma vida amorosa satisfatória, apresentavam maiores telômeros.Uma espécie de “capa” que protege os cromossomos, fazendo com que tenhamos um aumento em nossa expectativa de vida. Incrível neh?

Conclusão do estudo:

PUBLICIDADE

Foi comprovado pelos cientistas também que o relacionamento á dois potencializa o sistema imunitário ao incentivar a produção de células que combatem doenças.Segundo especialistas, a relação não deve ser usada como ferramenta de chantagem.

Pelo contrário, conforme você vai conhecendo o parceiro e sabendo o que lhe agrada, a vida do casal só tende a melhorar, em todos os aspectos, emocional,profissional, intelectual, social, enfim, em todos os aspectos mesmo. Uma relação saudável também diminui a depressão e pode ter um efeito prolongador de qualidade de vida.

PUBLICIDADE

Uma vida sexualmente ativa pode tonificar vários músculos do corpo, como a pélvis, a barriga e os braços. Diminui a pressão sanguínea, aumenta a circulação e combate o colesterol. Pessoas que praticam sexo com mais freqüência têm metade das chances de sofrer um infarto ou um derrame.Como se não bastasse, é a atividade física que mais queima calorias. Em apenas 30 minutos, 300 calorias podem ser eliminadas. E também diminui a fome, porque libera um tipo de anfetamina que regula o apetite.Isso sem falar em todo o relaxamento produzido pelo orgasmo, que ajuda a combater o stress, no fato de que funciona como uma espécie de analgésico natural, e ainda faz com que o corpo libere mais anticorpos que previnem tosses e gripes.