Saúde

Em seu corpo surgem hematomas de maneira misteriosa? Então sua saúde pode estar em grave risco

Cuide bem sa sua saúde!

ANÚNCIOS

Detectar áreas de coloração roxa na pele pode ser uma ocorrência frequente para aqueles propensos a acidentes, que ocasionalmente esbarram em móveis, maçanetas e paredes.

No entanto, se essas marcas surgirem repetidamente e sem uma causa evidente, é crucial empreender uma investigação para compreender a origem desse fenômeno.

As marcas de coloração roxa representam manifestações hemorrágicas e são categorizadas em três diferentes tipos:

  • Petéquias, que se caracterizam por pequenos pontos vermelhos que surgem e desaparecem rapidamente;
  • Equimoses, que geralmente são maiores, ultrapassando um centímetro, e frequentemente aparecem após uma contusão;
  • Hematomas, que constituem marcas roxas de maior dimensão, resultado do acúmulo de sangue nos vasos sanguíneos.

A pele desempenha um papel crucial como um mecanismo de alerta para diversas doenças, muitas das quais se manifestam inicialmente nela antes de indicar um problema subjacente.

ANÚNCIOS

Portanto, embora as manchas possam ter origem em impactos físicos, também podem servir como indicadores de condições como doenças autoimunes, deficiência de vitamina C, diabetes, processo de envelhecimento e outras condições médicas.

Principais causas do surgimento de hematomas pelo corpo:

1 – Problemas com vasos sanguíneos ou sistema capilar frágil: Esse fenômeno ocorre quando os pequenos vasos sanguíneos se rompem com facilidade devido à fragilidade. Consequentemente, ocorre o vazamento de sangue para debaixo da pele, resultando nas manchas roxas que são observáveis na superfície.

As causas podem derivar de fatores genéticos, emocionais, alérgicos e outros. Normalmente, essas marcas desaparecem por si mesmas, mas há a opção de tratá-las com o uso de pomadas específicas para hematomas.

ANÚNCIOS

2 – Hemofilia ou problemas com a coagulação: Essa condição é de origem genética e resulta em sangramentos intensos e abundantes. Ela interfere no mecanismo de coagulação do sangue, levando ao surgimento de manchas roxas na pele, embora o sangramento ocorra internamente.

A prevalência maior dessa condição se dá entre os homens, uma vez que está vinculada ao cromossomo X. O tratamento da hemofilia requer a supervisão de hematologistas, que irão recomendar a reposição dos fatores de coagulação necessários.

3 – Leucemia aguda e crônica: É comum observar uma certa apreensão popular quando se trata de manchas roxas que surgem na pele sem uma causa óbvia, muitas vezes associando-as erroneamente à leucemia. No entanto, existem diversas razões possíveis para esse fenômeno. No contexto da leucemia, tais marcas são resultantes da redução na produção de plaquetas.

4 – Púrpura trombocitopenia imune: Essa condição é ocasionada pela inflamação dos vasos sanguíneos localizados sob a pele. As manchas que surgem não são acompanhadas por dor e podem variar em tamanho.

Elas se formam devido à liberação de sangue que ocorre como resultado da redução na contagem de plaquetas (trombocitopenia). Comumente observada em crianças e mulheres, essa enfermidade se desenvolve devido à autodestruição das células relacionadas com a coagulação sanguínea, que são produzidas na medula óssea.

ANÚNCIOS

5 – Doença de Von Willebrand: De origem genética e transmitida hereditariamente, essa condição resulta da diminuição na geração do “fator de Von Willebrand (VWF)”, uma proteína crucial no mecanismo de coagulação sanguínea.

Os efeitos da doença são visíveis na forma de manchas roxas e pequenas manchas vermelhas que emergem na pele, particularmente após a aplicação de pressão em uma área. O tratamento inclui a reposição do fator de Von Willebrand e o uso do ácido tranexâmico para conter os sangramentos provenientes das membranas mucosas.

6 – Púrpura trombocitopenia trombótica: Essa é uma condição que engloba a criação de coágulos sanguíneos de pequeno porte em diversas partes do organismo. Esses coágulos têm o potencial de obstruir o fluxo sanguíneo em direção a órgãos essenciais, como o cérebro, o coração e os rins. Os sintomas estão diretamente relacionados com a área do corpo onde esses coágulos se formam.

7 – Infecções: Doenças como dengue, zika vírus e febre amarela incluem o surgimento de manchas de coloração roxa na pele como parte de seus sintomas. Qualquer infecção que afete as plaquetas e a coagulação sanguínea tem a capacidade de resultar em marcas semelhantes.

Sobre o Autor

Fabiana Batista Stos

Jornalista digital, com mais de 10 anos de experiência em criação de conteúdo dos mais diversos assuntos. Amo escrever e me dedico ao meu trabalho com muito carinho e determinação.