Curiosidades

Anitta lamenta depressão e revela que não se vê mais como cantora

Em entrevista a cantora deixou claro seus planos para o futuro e chocou ao revelar que não se vê como cantora, apenas uma empresária que canta.

ANÚNCIOS

A cantora Anitta é uma das maiores cantoras do Brasil, com uma carreira admirável dentro e fora do país. A cantora carioca aos poucos foi conquistando seu espaço e hoje vem ganhando o mundo através da sua música e performance.

Segundo a funkeira, grande parte do seu sucesso se dá por seu talento como empresária. Em uma entrevista ao jornal argentino La Nación, Anitta fez revelações chocantes, contando até mesmo do período em que enfrentou grande luta, a depressão.

A cantora revelou que ainda está se tratando contra a doença e que faz acompanhamento profissional: “Estou em tratamento há quase um ano. Encontrei um remédio que me ajudou muito e também tenho acompanhamento profissional. Estou muito bem agora, mas tive um momento de tristeza muito grande. Suponho que fui acumulando todas essas coisas feias que falavam de mim”.\n\nA carioca revelou detalhes de como desenvolveu a doença: “Tive a primeira vez depressão quando eu tinha – bem no início da carreira – uns 18 anos. E sempre que eu ficava muito mal, eu achava que tinha um motivo. ‘Ah, é porque o povo está falando mal de mim’, ‘ah, é porque não sei o que deu errado’, ‘ah, é porque não sei o que lá’ e sempre com essa ansiedade. Até que quando veio ‘Vai, Malandra’, que tudo deu muito certo e não tinha nada para reclamar e eu ainda não estava feliz, aí acendeu a minha luzinha”.

Anitta contou que conseguiu por pra fora tudo de si após o lançamento de ‘Vai Malandra’: “Quando relaxei, depois de ‘Vai Malandra’, tudo saiu pra fora”.\n\nA cantora que não pretende chegar aos 40 anos cantando disse ainda que se vê no futuro apenas como uma empresária que também canta: “Eu me vejo mais como uma empresária que canta do que o contrário. Quando eu não tiver mais energia para fazer isso, serei muito feliz no mundo dos negócios”, disse.

A funkeira disse que a vida de cantora de funk exige muito da mesma, e por isso torna-se muito cansativa: “Estou produzindo alguns artistas e dou palestras motivacionais para empresas, nas quais falo de marketing e recursos humanos. O ritmo de vida de uma cantora de funk é muito forte e não sei se vou aguentar muito”. 

ANÚNCIOS

“Por sorte, quando estou com minha família, eles me veem como uma pessoa normal e aí sei quem sou”, completou a cantora.

 

Sobre o Autor